Estado registra 36 denúncias de pessoas que furaram fila da vacinação - ES360

Estado registra 36 denúncias de pessoas que furaram fila da vacinação

Servidores que tomarem vacina contra a covid-19 e não estiver dentro dos grupos prioritários pode ser demitido

O Governo do Estado está investigando 34 denúncias de pessoas que furaram a fila da prioridade da vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo. As queixas foram recebidas pela Ouvidoria da Secretaria de Saúde desde o início da campanha de imunização e podem gerar até demissão de servidores que estiverem envolvidos com irregularidades. Além das 34 denúncias, 10 reclamações também foram registradas nos canais da Ouvidoria do Estado.

Em entrevista à BandNews FM Espírito Santo, a subsecretária de Controle e Transparência do Espírito Santo, Mirian Porto do Sacramento,  falou sobre os casos de violação da prioridade da vacinação e como as pessoas podem denunciar. Confira.

 

Mais notícias
Bem-estar

12 estados elevam restrições: DF, BA, PR, RS e SC fecham lojas

Dia a dia

Covid-19: taxa de isolamento social cai para 31% no ES

Dinheiro

Acumulada, Mega-Sena sorteia R$ 50 milhões neste sábado

País

Brasil tem recorde de mortes por covid pelo 3º dia seguido