Vitória terá 6 pontos de embarque para integração com Transcol - ES360

Vitória terá 6 pontos de embarque para integração com Transcol

As linhas municipais passarão a ser denominadas linhas alimentadoras do Transcol e o usuário poderá se integrar com as linhas troncais e vice-versa, sem precisar pagar nova tarifa

Objetivo é que a frota do sistema Transcol tenha veículos menos poluentes. Foto: Chico Guedes
Objetivo é que a frota do sistema Transcol tenha veículos menos poluentes. Foto: Chico Guedes

Os ônibus do sistema Transcol e da linhas municipais de Vitória vão operar de maneira integrada a partir do dia 7 de março de 2021. Essa será a quarta e última etapa do processo de integração dos dois sistemas. Quando a operação for iniciada, as linhas municipais passarão a ser denominadas linhas alimentadoras do sistema Transcol e o usuário poderá se integrar com as linhas troncais e vice-versa, por meio de terminais virtuais de integração, sem precisar pagar nova tarifa.

Para isso, serão criados seis pontos de embarque em Vitória em que usuário terá um tempo para embarcar no Transcol: Shopping Vitória, Shopping Boulevard (Reta da Penha), Portal do Príncipe (Rodoviária), Pracinha de Eucalipto (Maruípe), antigo terminal Aquaviário do Dom Bosco e na avenida Serafim Derenzi, em São Pedro. O passageiro que embarcar numa linha alimentadora de Vitória terá até uma hora para validar seu cartão em um terminal virtual e embarcar numa linha troncal sem pagar uma nova tarifa. Já quem vem de uma linha troncal (Transcol), terá até duas horas para efetuar o mesmo procedimento e embarcar numa linha alimentadora municipal.

Por enquanto, segundo a Secretaria de Estado de Mobilidade Urbana (Semobi) a possibilidade de realizar a integração via terminais virtuais será a única mudança para o usuário do transporte coletivo. Neste momento, não haverá alterações nas linhas e itinerários. Os ajustes serão realizados pontualmente, à medida que forem identificadas demandas das comunidades para melhoria do serviço.

“Estamos conseguindo fechar, em um ano difícil, sem grandes prejuízos no transporte coletivo. Tivemos muitos desafios, mas conseguimos administrar os efeitos da pandemia e atender à população. E agora estamos dando mais um passo importante no processo de melhoria do transporte coletivo”, destacou o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura Fábio Damasceno.

Processo de integração

A integração do sistema de transporte coletivo municipal com o sistema Transcol começou a ser preparada ainda em 2019, informou a Semobi. Primeiro, foi necessário realizar a troca do sistema de bilhetagem para um sistema mais moderno. Para que os usuários de bilhetagem eletrônica não precisassem trocar seus cartões, foi realizada de maneira inédita no País, a migração dos dados dos usuários de um sistema de bilhetagem para o outro de maneira embarcada, nos próprios coletivos. Assim, não houve necessidade de os usuários procurarem postos de atendimento para realizar o procedimento. Esta foi a primeira etapa da integração.

Posteriormente, os usuários do sistema Transcol também realizarem o procedimento e foi lançado o novo cartão do sistema – O CartãoGV, que se tornou o cartão oficialmente usado pelos sistemas metropolitanos e municipais. Vale ressaltar que os cartões migrados se tornarem CartãoGV automaticamente, correspondendo a segunda etapa.

Já a terceira etapa da integração permitiu utilizar o mesmo Cartão de bilhetagem – CartãoGV – em qualquer um dos sistemas de transporte. Assim, o passageiro com o cartão antigo do município de vitória e que realizou a migração podia utilizar também o transporte metropolitano, o Transcol. A integração por meio dos terminais virtuais é a última fase deste processo.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Mundo

Adolescentes começam a ser vacinados em Israel

Dia a dia

ES recebe neste domingo 35,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca

Dia a dia

VÍDEO: enfermeira do ES debocha da vacina nas redes socias

Dia a dia

ES registra 24 mortes e 858 novos casos de covid-19 em 24h