Vitória se transforma na capital do teatro - ES360

Vitória se transforma na capital do teatro

Evento, que começa neste domingo, terá apresentação de 26 peças, lançamentos de livros, homenagens e capacitação para artistas

‘Blow Elliot Benjamin’ será exibida no domingo. "Foto: Deborah Chibiaque/Divulgação
‘Blow Elliot Benjamin’ será exibida no domingo. “Foto: Deborah Chibiaque/Divulgação

Repleto de sátiras e críticas bem-humoradas, o Fenatevi (Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória) ganha mais uma edição a partir deste domingo, dia 13, com exibições em diversos pontos da capital. Serão apresentadas 26 peças, acompanhadas de lançamento de livro, homenagem, mostra estudantil e workshops de capacitação para artistas.

Na abertura do 15º ano consecutivo do evento haverá uma homenagem ao ator e diretor Wilson Nunes – que faleceu em julho deste ano -, às 19h30, no Centro Cultural Sesc Glória.

Logo em seguida, acontece a exibição da peça “Blow Elliot Benjamin”, do grupo curitibano G2 Cia de Dança, misturando humor e tragédia.

Uma das novidades desta edição é a divisão da programação em duas etapas. A primeira segue do dia 13 até 21 deste mês; a segunda, de 9 a 14 de novembro. Além disso, duas queridinhas do público voltam aos palcos: a II Mostra de Teatro Estudantil e a III Mostra Vera Viana.

Beth Caser, idealizadora e coordenadora-geral do festival, conta que, mesmo com as dificuldades, não deixaram de convidar pessoas de todas as partes do país – e até do mundo. “Aqui no Espírito Santo, temos atores que nunca conheceram grupos ou companhias de outros estados… No festival, eles podem trocar experiências, conversar e dividir dificuldades”, conta Beth.

Ela destaca, portanto, uma produção vinda diretamente da Argentina para os capixabas: “A Noite Iluminada”, da Companhia Junco. Com eles, também virão artistas do Ceará, Paraíba, Rio de Janeiro, Paraná e de algumas cidades do interior do Espírito Santo, como Guaçuí e Montanha.

“O povo do teatro resiste, em qualquer canto do mundo. Estamos vivendo um período obscuro nos investimentos, mas não vamos desistir. Queremos que o festival melhore a cada ano que passa. Vamos tentar realizar isso com todas as forças”, declara.

A programação do festival de teatro é totalmente gratuita. Para ter acesso aos horários, sinopses e dias das peças, basta acessar a página do festival no Facebook (@fenatevi).

Programação

Confira algumas apresentações da primeira semana da 15ª Fenatevi (Festival Nacional de Teatro Cidade de Vitória).

Domingo, dia 13

Em “Blow Elliot Benjamin”, um homem descobre que tem câncer terminal e só tem mais 6 meses de vida. Decide gastar todo o seu dinheiro. Porém, meses depois, ele descobre que o diagnóstico estava errado. Classificação livre. Às 19h30, no Palácio Sônia Cabral (praça João Clímaco, s/n – Centro, Vitória).

Segunda-feira, dia 14

Artistas da Rádio Alecrim chegam a uma cidade adormecida. Na peça “Quando Acordar a Cidade”, as histórias dessas pessoas entram nos sonhos do povo, despertando-os para a alegria da cultura. Classificação livre. Às 19h30, no Palácio da Cultura Sônia Cabral (praça João Clímaco, s/n – Centro, Vitória).

Terça-feira, dia 15

Com doses de humor e ironia, “La Cena” conta a história de um grupo de empregados contratados. Porém, envolvem-se em acidentes bem-humorados. Classificação 12 anos. Às 20h, no Teatro Universitário da Ufes (av. Fernando Ferrari, 514 – Goiabeiras, Vitória).

Quarta-feira, dia 16

Muitos falam sobre a vida após a morte, mas ninguém sabe explicar ao certo para onde iremos. Céu ou inferno? A releitura de “Auto da Barca do Inferno” responde. Às 20h, no Teatro Universitário da Ufes (av. Fernando Ferrari, 514 – Goiabeiras, Vitória).

Sábado, dia 19

“Burundanga – A Revolução do Baixo Ventre” é pura confusão. João Teité e Matias Cão fazem uma pequena cidade isolada crer que há uma revolução visando a queda do governo em andamento. Classificação 12 anos. Às 20h, no Palácio da Cultura Sônia Cabral (praça João Clímaco, s/n – Centro, Vitória).

Domingo, dia 20

“A Noite Iluminada” é uma produção argentina. Foto: Mauro Trullén Sonderegger
“A Noite Iluminada” é uma produção argentina. Foto: Mauro Trullén Sonderegger

Um espetáculo de música e dança para crianças, “A Noite Iluminada” traz canções, danças, poemas e diálogos curtos, contando a história de um menino que não gostava do escuro. Classificação livre. Às 16h, no Palácio da Cultura Sônia Cabral (praça João Clímaco, s/n – Centro, Vitória).

Um general e seus alferes enclausurados numa mesma cela, repassam a tragédia que culminou nas mortes de pessoas bem próximas a partir de um “Acerto de Contas”. Classificação 14 anos. Às 20h, no Palácio da Cultura Sônia Cabral (praça João Clímaco, s/n – Centro, Vitória).

Mais notícias
Dia a dia

Síndrome respiratória grave tende a aumentar no ES

Dia a dia

Instituto emite alerta de chuva forte no Espírito Santo

Dia a dia

ES apresenta queda no número de casos de dengue em 2021

Dia a dia

Com ações inclusivas, Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência