Vitória lidera os casos de chikungunya no Estado - ES360

Vitória lidera os casos de chikungunya no Estado

Das 2.014 ocorrências da doença registradas nas primeiras cinco semanas de 2020 em todo território capixaba, a capital concentra 1.889

A chikungunya, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, continua avançando no estado. O número de casos registrados nas cinco primeiras semanas deste ano já corresponde a mais da metade do total do ano passado. São 2.014 pessoas com a doença em 2020. Em todo o ano de 2019, foram 3.267. Vitória é a cidade que concentra o maior número de casos: 1.889.

Na capital, as ocorrências têm se concentrado principalmente na região da Grande São Pedro. Em Vila Velha, os bairros João Goulart e Jabaeté lideram a lista. Na Serra, são Feu Rosa, Taquara I e São Domingos. Essas regiões também aparecem entre as que mais registram casos da dengue, transmitida pelo mesmo mosquito.

De acordo com a Secretaria de estado da Saúde, os sintomas da chikungunya aparecem cerca de 12 dias após a picada do mosquito. Além de febre, o paciente tem dores nas juntas e na cabeça, náuseas e manchas pelo corpo. Os olhos também podem ficar avermelhados.

Ações contra o mosquito

Para combater o mosquito, a prefeitura da Serra está realizando uma força-tarefa em 63 bairros para eliminar criadouros. A ação vai até o dia 12.

Em Vitória, uma nova ação no bairro Santo Antônio acontece amanhã. Os atendimentos médicos no pronto-atendimento de São Pedro e na unidade de Conquista/Nova Palestina foram reforçados. Já em Vila Velha, haverá mutirão de limpeza, amanhã, em João Goulart.

No estado, os casos de dengue já somam 5.737 neste ano — 22% a mais que no mesmo período de 2019. Já os mais de dois mil casos de chikungunya representam 1.260% de aumento em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 147 casos.

Bairros com mais registros de chikungunya:

• Vitória. Nova Palestina (384 casos), Santo André (160), Ilha das Caieiras (148), São Pedro I e II (141) e São Pedro III (134). Ao todo, o município já registrou, neste ano, 1.889 casos de chikungunya e 2.805 casos de dengue.

• Vila Velha. João Goulart I e II, Jabaeté, Residencial Itaparica, Vila Batista, Santa Monica, Zumbi dos Palmares, Ilha da Conceição, Barramares, Bosta Vista I e Rio Marinho. Neste ano, já foram registrados 46 casos de chikungunya e 383 de dengue no município.

• Serra. Feu Rosa, Taquara I e São Domingos. Em 2020, até agora, já foram registrados 32 casos de chikungunya e 732 de dengue em toda a cidade.

Mais notícias
Dia a dia

Síndrome respiratória grave tende a aumentar no ES

Dia a dia

Instituto emite alerta de chuva forte no Espírito Santo

Dia a dia

Suspeito de sequestrar vereador em Brejetuba é preso

Dinheiro

Senado quer ouvir Cade sobre suposto cartel de combustíveis