Vitória confirma que não haverá queima de fogos no Réveillon - ES360

Vitória confirma que não haverá queima de fogos no Réveillon

A medida foi anunciada após a Sesa alertar para a existência de portarias do governo que vetam atividades nas praias durante a noite da virada

Réveillon 2020 - Queima de fogos na Praia de Camburi. Foto: Flávio Almeida
Réveillon 2020 – Queima de fogos na Praia de Camburi. Foto: Flávio Almeida

A tradicional queima de fogos que marca a virada de ano está oficialmente suspensa em Vitória devido à pandemia do novo coronavírus. Segundo a prefeitura, foi revogado o pregão eletrônico de contratação da empresa responsável pela realização do show pirotécnico. A decisão foi publicada nesta segunda-feira (30) no Diário Oficial do Município.

A medida foi anunciada horas após um comunicado da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) alertando para a existência de portarias recomendando que não sejam realizadas atividade de passagem de ano em praias. De acordo com o texto, estão vetadas a queima de fogos de artifícios, a instalação de tendas nesses locais e a proibição de eventos em casas de shows.

> “Não haverá festa de fim de ano nas praias”, diz subsecretário de Saúde

Na capital, o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Vitória, Leonardo Krohling, explicou que a decisão foi motivada em decorrência da reclassificação da capital no “Mapa de Risco Covid-19” para risco moderado.

“O réveillon de Vitória é um dos maiores e mais tradicionais eventos do município. No ano passado, cerca de 200 mil pessoas acompanharam o show pirotécnico em quatro pontos diferentes da capital e tivemos uma ocupação hoteleira de 100% dos leitos. Temos feito a análise do avanço da doença dia após dia para definir ações e eventos da cidade. Publicamos o edital no mês de outubro, quando Vitória apresentava “risco baixo” de contaminação. No entanto, com o novo Mapa de Risco do Governo do Estado, decidimos pela revogação do edital e cancelamento do evento”, lamenta.

Ainda de acordo com Krohling, a recomendação é que se evite a aglomeração de pessoas. “O propósito maior será sempre a proteção da saúde e da vida das pessoas, buscando com seriedade e responsabilidade a adoção de medidas pautadas em recomendações dos especialistas da saúde para o enfrentamento ao coronavirus. Este é um momento em que todos precisam redobrar a atenção e seguir as orientações de segurança sanitária e distanciamento social”.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Polícia apreende 33 cilindros de oxigênio escondidos por empresa em Manaus

País

MP vai propor novas regras para fiscalizar polícias

País

Explicação mais plausível para explosão da covid em Manaus é nova variante do vírus

Dia a dia

Golpes no WhatsApp aumentaram no Espírito Santo; veja com se prevenir