Vila Velha quer câmeras nas regiões das unidades de saúde - ES360

Vila Velha quer câmeras nas regiões das unidades de saúde

Município vai comprar 150 novos aparelhos de videomonitoramento, que também serão usadas no cerco eletrônico

Câmera de videomonitoramento
Dos 150 equipamentos que serão adquiridos pela prefeitura de Vila Velha, 100 deles terão giro de 360 graus e “zoom” de quase um quilômetro. Foto: reprodução/PMVV

A prefeitura de Vila Velha vai comprar 150 novas câmeras de videomonitoramento e pretende instalar parte delas nos postos de saúde do município. Nos próximos meses, será definido quais as unidades contempladas, e a instalação deve ocorrer até o início do ano que vem. Também está sendo estudada a criação de cerco eletrônico na cidade. Na Grande Vitória, as prefeituras de Cariacica e Vitória também possuem projeto de ampliação do sistema de videomonitoramento. Em Cariacica, serão 100 câmeras a mais.

O coordenador do videomonitoramento de Vila Velha, Fábio Barcellos, explica que atualmente a prefeitura possui 197 câmeras espalhadas na cidade. Das 150 novas que serão adquiridas nos próximos meses, 100 possuem capacidade de giro de 360 graus e “zoom” de quase um quilômetro. As outras 50 são do tipo fixas, e podem ser usadas para o cerco eletrônico ou nas unidades de saúde.

O investimento total é de cerca de R$ 350 mil por meio de um convênio com a Petrobras. Mas nem todo o material será usado de imediato: 20 dos 100 equipamentos que permitem movimento de 360 graus vão substituir câmeras antigas e com problemas de manutenção. Outras três serão usadas para ampliar o sistema atual, e o restante ficará como reserva e serão implantadas de acordo com a necessidade.

Já as 50 câmeras fixas devem ser distribuídas para o cerco eletrônico e as unidades de saúde. “O objetivo é melhorar a sensação de segurança de usuários e funcionários das unidades de saúde, principalmente as que funcionam 24 horas”, explica Fábio.

A implantação do cerco eletrônico, com possibilidade de leitura de placas de veículos nas entradas e saídas da cidade, porém, ainda não tem previsão de sair do papel.

Cariacica e Vitória também querem mais câmeras

Em Vitória, a prefeitura aguarda liberação de financiamento para definir quantas câmeras serão adquiridas e onde serão instaladas. Já em Cariacica, a expectativa é que os 100 novos equipamentos entrem em operação no ano que vem. Também deve ser ampliada a sala de videomonitoramento.

O monitoramento da Grande Vitória

Vila Velha

Hoje, a cidade é monitorada por 197 câmeras. Nos próximos meses, será concluída a compra de outras 150, sendo 100 com giro de 360 graus e outras 50 fixas. Das 100 primeiras, 20 vão substituir equipamentos antigos, três vão ampliar o sistema atual e as demais serão instaladas gradativamente. Já das 50 fixas, parte será instalada em unidades de saúde e outra parte no cerco eletrônico.

Cariacica

A cidade tem 113 câmeras. A prefeitura possui projeto para instalar mais equipamentos, chegando a 213, e ampliar o espaço físico da sala de videomonitoramento. Com isso, pretende implantar o cerco eletrônico na cidade e o reconhecimento facial em prédios públicos. A expectativa é iniciar a operação dos equipamentos em 2020.

Vitória

Possui 230 câmeras de videomonitoramento e 70 para o cerco eletrônico. A prefeitura aguarda liberação de recursos do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), da Caixa Econômica, para a compra de novos equipamentos.

Serra

Hoje, possui 160 câmeras em 74 bairros. A prefeitura não tem projeto de ampliação do sistema.

Mais notícias
Dia a dia

Covid: 27 mortes e 1.210 casos registrados no ES em 24 horas

Dia a dia

Agendamento online em Vila Velha é alvo de reclamação

Dia a dia

Casagrande rebate Bolsonaro e diz que repasse é de 2,2 bi

Dia a dia

ES receberá 15 pacientes transferidos de Santa Catarina