Vídeo mostra advogado de acusado por estupro humilhando Mari Ferrer - ES360

Vídeo mostra advogado de acusado por estupro humilhando Mari Ferrer

O crime teria acontecido em dezembro de 2018 no Café de La Musique, um famoso beach club de Florianópolis

Mariana Ferrer e André de Camargo Aranha. Foto: Reprodução
Mariana Ferrer e André de Camargo Aranha. Foto: Reprodução

 

Desde maio de 2019, o Brasil acompanha o caso de Mariana Ferrer, catarinense que abriu um processo na Justiça contra o empresário paulista André de Camargo Aranha, a quem ela acusa de estupro. O crime teria acontecido em dezembro de 2018 no Café de La Musique, um famoso beach club de Florianópolis.

O Intercept Brasil divulgou nesta terça-feira (3) um vídeo que mostra o advogado do empresário André de Camargo Aranha, Cláudio Gastão da Rosa Filho, humilhando a vítima durante julgamento. O advogado mostrou várias fotos de Mariana durante a audiência e definiu as imagens como “ginecológicas”. Em momento algum foi questionado por membros do Tribunal de Justiça catarinense sobre a relação das fotos com o caso.

Em um momento o advogado de defesa diz que “graças a Deus” não tem uma filha do “nível” da modelo. “E também peço a Deus que meu filho não encontre uma mulher como você”, continua. “A verdade é essa, não é? Não é seu ganha pão a desgraça dos outros. Manipular essa história de virgem”, diante de promotor e juiz calados e da protagonista em prantos.

Depois que Mariana começa a chorar, o advogado continua os ataques, falando que são “lágrimas de crocodilo”. Nesse momento, o juiz diz que pode suspender a audiência para que Mariana se recomponha. No entanto, ela responde que apenas gostaria de ser respeitada. “Excelentíssimo, eu tô implorando por respeito, nem os acusados de assassinato são tratados do jeito que estou sendo tratada, pelo amor de Deus, gente. O que é isso?”, disse Mariana Ferrer.

A OAB de Santa Catarina e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos solicitaram esclarecimentos ao advogado e ao TJ de Santa Catarina sobre a sua conduta durante o interrogatório.

Após a divulgação do vídeo da audiência, houve uma revolta muito grande nas redes sociais com o desfecho do caso e com a conduta do advogado de defesa. A #justicapormarierrer voltou aos trending topics do Twitter.

Entenda o caso

Mariana Ferrer, conhecida como Mari Ferrer, trabalhava na noite do dia 15 de dezembro de 2018 no interior do clube Café de La Musique, em Jurerê Internacional, como uma promotora digital da casa de eventos.

O acusado André Aranha, 43 anos, é filho do advogado que representou a TV Globo, Luiz de Camargo Aranha, e já foi fotografado ao lado de Gabriel Jesus, Ronaldo Nazário e Roberto Marinho Neto.

Ele foi indiciado pela Polícia Civil em 2019 por estupro de vulnerável e o processo segue em andamento. Os exames provaram que houve conjunção carnal, ou seja, introdução completa ou incompleta do pênis na vagina, ruptura do hímen de Mariana e ainda identificaram sêmen dele em sua calcinha – apesar de André ter afirmado que nunca teve contato físico com ela.

De acordo com o promotor responsável pelo caso, não havia como o empresário saber, durante o ato sexual, que Mari não estava em condições de consentir a relação, não existindo assim “intenção” de estuprar.

Sendo assim, o juiz aceitou a argumentação de que André cometeu um “estupro culposo”, um “crime” não previsto na lei brasileira. Porém, como ninguém pode ser condenado por um crime que não existe, o réu foi absolvido.

Nas redes sociais, os usuários contestaram a finalização do processo e colocam os termos “estupro culposo” e “Mariana Ferrer” como assuntos mais comentados do Twitter nesta terça-feira (03).


Comentários:

  • o problema que agora toda mulher é modelo.
    ele agarrou ela a força ? tem algum video dele agarrando ou algo do tipo? ela falou que é virgem, e estava fazendo o que em boate? menina virgem, e composta estaria com sua familia ou com amigas do mesmo padrão.ela falou que esta no seculo 21 com poses sensuais,essa midia mediucre que promove isso.não vão averigua nada ja taca na conta do cara.como estrupador.ela não gritaria? ninguem viu isso ? se realmente ouve o estrupo que ele pegue prisão perpetúa, mais se não ouve que ela pague a mesma punição que seria para ele. tem que acabar essa palhaçada de qualquer mulher falar que foii estrupada virar so contra o homem..veja o caso neymar. ninguem fala que ele é inocente e que ela manipulou. a menina que era rodada na favela que supostamente foi estrupada por varios que a globo colocou aurela nela. foram ver, ela fazia apologia ao trafico e saia com os caras por causa de droga . e cabeças rolaram inclusive do delegado que fez perguntas firmes.enquanto a lei der dinheiro para essa mulheres oportunistas isso vai ficar assim tem que pagar tambem se ficar provado que o homem não fez o que esta falando que foi,.obs ..ex dançarina da xuxa. cade a imprensa para ajudar o cara 😕 hipocresia. dois pesos duas medidas a lei tem que parar de ser imparcial que pese para os dois lados ja que os direirtos são igual punição igual também.

  • Tarado tem de paga pelo q feiz justiça pedi outra audiência ISSO ta errado …pega esse taradao ai joga ele la no meio dos cara ..pra ele ver .ai ele sai vai na justiça fala que foi estuprado dentro da cela …..porra SENHOR juiz promotor ..avalia essa causa bota safado na cadeia……


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Confira novas regras para cidades em risco moderado

Dia a dia

“Vamos cumprir o decreto, mas discordamos da decisão”, diz presidente do Sinepe sobre fechamento de escolas

Cult

“O Gambito da Rainha” se torna uma das séries mais vistas da Netflix

Eleições 2020

Serra: Pesquisa aponta Vidigal com 56% e Fábio tem 32%