Ufes aprova ensino remoto; matrículas para o semestre especial começam dia 31 - ES360

Ufes aprova ensino remoto; matrículas para o semestre especial começam dia 31

Inscrições vão até o dia 2 de setembro. Início do semestre letivo especial começa no dia 9 de setembro com término no dia 15 de dezembro

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Ufes concluiu nesta terça-feira, 18, a aprovação da Resolução 30/2020 que regulamenta a implementação do Ensino-Aprendizagem Remoto Temporário e Emergencial (Earte) e a oferta de disciplinas do semestre especial de 2020 nos cursos de graduação. Também foi aprovada a Resolução 31/2020, que define o calendário acadêmico para o semestre especial 2020/1.

O calendário aprovado estipulou o período de 31 de agosto a 2 de setembro para que os estudantes possam efetuar a matrícula para o semestre letivo especial de 2020. Conforme aprovado na sessão realizada na última sexta-feira, 14, foi mantido o início do semestre letivo especial no dia 9 de setembro, com término no dia 15 de dezembro.

A continuidade das atividades de ensino de pós-graduação, referentes ao primeiro semestre de 2020, por meio do Earte, já havia sido aprovada em sessão do Cepe realizada na quinta-feira, 13.

Direitos

Segundo a Resolução 30/2020, a aprovação, em caráter excepcional, da substituição de disciplinas dos cursos presenciais pelo Earte, considera, entre outros aspectos, o dever da Universidade de proteger o direito à vida da comunidade universitária e as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde sobre a adoção de medidas de distanciamento e isolamento social como formas de diminuir a propagação da COVID-19.

“A adoção do Earte, no primeiro semestre especial de 2020, assegura o direito à vida e à saúde da comunidade universitária, de suas famílias e da sociedade e também preserva o direito à educação durante o período de isolamento social recomendado pelos órgãos de saúde pública”, diz o texto.

O Cepe também aprovou que a Administração Central da Ufes deverá garantir a inclusão digital dos estudantes que não possuam equipamentos e periféricos adequados (notebook ou desktop) e/ou as condições de acesso à internet que permitam a efetiva participação nos processos de ensino-aprendizagem, o que já está em andamento por meio das chamadas de cadastro para os editais de Auxílio Inclusão Digital Emergencial – Graduação, Pós-Graduação e Acessibilidade.

Além disso, a resolução que institui o Auxílio Emergencial de Inclusão e Acessibilidade Digital, com o objetivo de contribuir para a inclusão e a acessibilidade digital de estudantes em situação de vulnerabilidade social no desenvolvimento das atividades acadêmicas realizadas pelo Earte, foi aprovada pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 12 de agosto.

A Resolução 30/2020 define ainda sobre a oferta de disciplinas, a reorganização dos planos de ensino das disciplinas e das atividades ofertadas, a frequência. Também foi definido que a Pró-Reitoria de Graduação, por meio da Câmara Central de Graduação, publicará uma instrução normativa de orientação dos critérios e formas de avaliação que poderão ser adotados na vigência do Earte.

Fase 1

Com a conclusão das deliberações por parte do Conselho Universitário e do Cepe, a Ufes vai ingressar na Fase 1 proposta no Plano de Contingência, que prevê a implementação do ensino remoto emergencial para estudantes de graduação e de pós-graduação da Ufes, acompanhado de inclusão digital para que todos possam ter acesso às atividades.

Nessa etapa, a minuta de resolução aprovada na Câmara Central de Graduação propõe a flexibilização da oferta de disciplinas e a continuidade de uma política de capacitação docente em ferramentas de ensino remoto. Prevê também excluir da oferta as disciplinas laboratoriais, os estágios (exceto os das áreas da saúde) e as aulas de campo que não puderem ser realizadas adequadamente em modo remoto.

Na Fase 1, as atividades administrativas continuarão sendo desenvolvidas remotamente. Clique aqui e veja um resumo das seis fases previstas para a retomada das atividades de ensino.

Ufes


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

PCC movimentou R$ 1,2 bilhão com tráfico de drogas

Dia a dia

Número de alunos em graduações a distância no Brasil salta 378% em 10 anos

Dia a dia

Mourão sobre desmatamento: “Precisamos apresentar melhores resultados”

País

Tribunal aceita denúncia e afasta governador de Santa Catarina