Tite chama Pedro para jogos da seleção nas Eliminatórias; Neymar segue convocado - ES360

Tite chama Pedro para jogos da seleção nas Eliminatórias; Neymar segue convocado

Com a decisão, a lista de convocados passa a ter 24 nomes. Neymar não será cortado, mas está fora do primeiro jogo - contra a Venezuela

Atacante Pedro, do Flamengo. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo
Atacante Pedro, do Flamengo. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

 

O técnico Tite convocou nesta sexta-feira o atacante Pedro, do Flamengo, para os dois próximos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar. Com a decisão, a lista de convocados passa a ter 24 nomes. Neymar não será cortado, mas está fora do primeiro jogo – contra a Venezuela, na próxima sexta, no estádio do Morumbi, em São Paulo -, pois se recupera de uma lesão no adutor da coxa esquerda.

De acordo com o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, há a expectativa de que Neymar evolua bem na recuperação e esteja em condições de atuar contra o Uruguai, no dia 17, no estádio Centenário, em Montevidéu. O jogador do Paris Saint-Germain se apresentará normalmente na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), na próxima segunda-feira.

“Tenho contato frequente com o médico do PSG e sabemos das condições físicas do Neymar desde o dia de sua lesão na Champions (Liga dos Campeões da Europa). Acreditamos que com uma semana intensiva de tratamento e com a estrutura do Centro de Excelência na Granja Comary temos a possibilidade de recuperação para o segundo jogo. Vamos acompanhar de perto sua evolução”, disse Lasmar, em declarações publicadas no site oficial da CBF.

Na quinta-feira, o coordenador da seleção brasileira, Juninho Paulista, Tite e o preparador físico Fábio Mahseredjian entraram em contato com o ex-jogador Leonardo, hoje diretor esportivo do Paris Saint-Germain, para falar da situação de Neymar.

“Entendemos que para essa situação precisávamos alinhar com o PSG a permanência do Neymar na lista de convocados. Sabemos da preocupação do clube com a lesão, mas manifestamos nossa intenção de avaliar de perto a evolução do jogador. Confiamos muito em um trabalho integrado com nosso departamento médico e o Tite foi enfático em dizer para o Leonardo que jamais arriscaria a saúde de qualquer atleta por ele convocado”, explicou Juninho Paulista.

Após duas rodadas, a seleção brasileira lidera as Eliminatórias com seis pontos e nove gols marcados. Na estreia goleou a Bolívia por 5 a 0, na Neo Química Arena, em São Paulo, e depois venceu o Peru por 4 a 2, em Lima.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Esportes

Investigado, médico de Maradona se defende das acusações: ‘Fiz o melhor que pude’

Eleições 2020

TSE: 604.098 mil justificaram ausência via e-Título

Eleições 2020

Bolsonaro questiona urna eletrônica e ironiza ‘voto por celular’

Dia a dia

‘Novatos’ enfrentam velhos conhecidos no 2º turno na Grande Vitória