Taxa de ocupação das UTIs para covid sobe para 86,02% no ES - ES360

Taxa de ocupação das UTIs para covid sobe para 86,02% no ES

Caso contasse ainda com a ampliação total de leitos durante o auge da pandemia, quando chegou a contar com 715 UTIs, o índice de ocupação seria de 50,77%

O aumento de internações em decorrência do novo coronavírus registrado nas últimas semanas confirma a tendência de crescimento de casos graves no Espírito Santo. Nesta quarta-feira (25), a taxa de ocupação das UTIs exclusivas para pacientes diagnosticados com a covid-19 atingiu 86,02%. Dos 422 leitos existentes, 363 estão em uso. Caso contasse ainda com a ampliação total de leitos durante o auge da pandemia, quando chegou a contar com 715 UTIs, o índice de ocupação seria de 50,77%. Os dados foram atualizados no Painel Covid-19 da Secretaria da Saúde.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, admitiu nos últimos dias a possibilidade de que mais municípios capixabas entrem até o final da semana no estágio de risco moderado para o novo coronavírus, conforme o Mapa de Risco da Covid-19 desenvolvido pelo governo do Estado. Caso a ocupação dos leitos de UTI disponíveis para a doença supere a marca de 50%, os municípios que entrarem nessa classificação terão mais restrições no funcionamento de suas atividades econômicas.

Dos 294 leitos de UTI destinados à covid-19 na região Metropolitana, 263 estão preenchidos. Isso significa que a taxa de ocupação das UTIs subiu para 89,46%, de acordo com a última atualização feita pela Secretaria da Saúde na tarde desta quarta-feira. A região Central segue com o maior índice de ocupação do interior: 85,71% – estão com pacientes 24 dos 28 leitos disponibilizados. Já a região Norte tem a menor taxa: dos 30 disponíveis, 18 estão em uso (60%). A região Sul tem 82,86% de UTIs ocupadas.

A ocupação de leitos de enfermaria destinados a pacientes com a covid-19 também está alta e atingiu 74,31%. Atualmente, são 471 leitos hospitalares, com 350 pacientes internados. Com a ampliação durante o surto do novo coronavírus, o Estado chegou a contar com 817 leitos de enfermaria. Caso essas vagas ainda estivessem disponíveis, a ocupação estaria em 42,84%. Se considerados os dados desde o início da pandemia, o dia 16 de junho foi o pico de ocupação das UTIs, quando atingiu 74,27%, mesmo patamar vivenciado nesta quarta-feira.

A Secretaria da Saúde garante que está com um edital em aberto para a ampliação de leitos exclusivos para covid-19 na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) e também a renovação de contrato com hospitais privados. Frisa ainda que trabalha com a disponibilidade de leitos de forma estadual e que estratégias estão sendo adotadas de acordo com o comportamento da curva da doença que é observada diariamente, já que a taxa de ocupação dos leitos nos hospitais é dinâmica.

De acordo com a Secretaria da Saúde, ainda há previsão de entrega de mais 160 leitos, fruto de obras na rede própria, até o final deste ano. Esses leitos poderão ser disponibilizados para paciente covid-19 em caso de ascendência da curva.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Novo lote com 35,5 mil vacinas chega ao Espírito Santo

País

Dezenas de cidades têm carreatas pró-impeachment

Dia a dia

Fiocruz prevê ter insumos da vacina de Oxford só no dia 8

Dia a dia

Margareth Dalcomo recebe a vacina de Oxford