Taxa de contágio do coronavírus tem novo aumento na Grande Vitória - ES360

Taxa de contágio do coronavírus tem novo aumento na Grande Vitória

Os índices das próximas semanas podem consolidar ou não uma tendência de crescimento dos casos

Falha na plataforma do Ministério da Saúde gera subnotificação. Foto: Gerd Altmann/Pixabay
Coronavírus. Foto: Gerd Altmann/Pixabay

A taxa de contágio do novo coronavírus na Grande Vitória registrou novo aumento e atingiu o patamar de 1,14, o que significa que um grupo de 100 pessoas infectadas pode transmitir o vírus para outras 114. O cálculo, que levou em consideração os números da doença entre 25 de setembro e 2 de outubro, é do mais recente relatório do Núcleo Interinstitucional de Estudos Epidemiológicos, sediado no Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN). Esse cálculo mostra que a região metropolitana está dentro de um cenário estável. Os índices das próximas semanas podem consolidar ou não uma tendência de crescimento dos casos.

O pesquisador e professor do Departamento de Matemática da Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo) Etereldes Gonçalves Júnior explica que o relatório se refere à taxa de transmissão da doença aponta um platô da doença na Grande Vitória, mas não deixa de acender um sinal de alerta. Caso nas próximas duas ou três semanas a taxa de transmissão continuar acima de 1 será possível confirmar um crescimento na taxa de contágio da doença.

Em relação aos números totais do estado, depois de algumas semanas em queda, a taxa de velocidade de transmissão (RT) da covid-19 apresenta alta. No relatório anterior, o Estado apresentou um índice de contágio de 0,85. Agora, a transmissão está em 0,96. Mesmo com o crescimento, o índice continua abaixo de 1, mas ele já esteve abaixo de 0,50.

“O Espírito Santo está em um platô alto, em torno de 450 casos notificados por dia. Essa situação terá reflexos na taxa de transmissão das próximas três semanas. Ficando próximo de 1 por mais uma semana, significa que continuamos estacionados. Caso fique acima de 1 por mais três ou quatro semanas, então vai indicar uma nova subida no número de casos”, esclareceu Gonçalves Júnior.

No dia 8 deste mês, o subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, chegou a divulgar a consolidação da queda da doença no estado com base na redução do número de casos, internações e óbitos. Na semana passada, a taxa de transmissão ficou abaixo de 1 no interior, Grande Vitória e Espírito Santo.

O pesquisador lembra que a pandemia ainda existe e só foi possível ter uma queda nos números devido aos protocolos sanitários estabelecidos e também ao uso de máscaras e a higienização regular das mãos. Ele ressaltou a importância de manter esses hábitos para controle da doença.

Relatório da transmissão do coronavírus no Espírito Santo. Foto: IJSN
Relatório da transmissão do coronavírus no Espírito Santo. Foto: IJSN

 

Relatório de transmissão da covid-19 na Grande Vitória. Foto: IJSN
Relatório de transmissão da covid-19 na Grande Vitória. Foto: IJSN

 

Relatório do contágio da covid-19 no interior do ES. Foto: IJSN
Relatório do contágio da covid-19 no interior do ES. Foto: IJSN

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Política

Bolsonaro grava para aliados no RJ e em SP

Dia a dia

Usar a piscina na pandemia é possível, mas exige cuidados

Dia a dia

Com covid, ministro da Saúde é internado

Dia a dia

Covid: governo sugere a planos de saúde a compra de leitos particulares