Suspeito de estuprar sobrinha de 10 anos fugiu de táxi e tinha escolta - ES360

Suspeito de estuprar sobrinha de 10 anos fugiu de táxi e tinha escolta

As informações foram confirmadas à reportagem de Universa, do site UOL, por uma pessoa envolvida na investigação

Presos; detentos; prisão. Foto: Thathiana Gurgel/DPRJ
Presos; detentos; prisão. Foto: Thathiana Gurgel/DPRJ

O suspeito de estuprar e engravidar a sobrinha de 10 anos, em São Mateus, no Norte do Estado, fugiu do município em um táxi clandestino dois dias antes de ser preso. Ele foi recebido por amigos em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, que estariam ajudando escondendo o foragido antes dele se entregar à polícia na manhã desta terça-feira (18). As informações foram confirmadas à reportagem de Universa, do site UOL, por uma pessoa envolvida na investigação.

A Universa revela que em um vídeo, o acusado de 33 anos disse que só iria se entregar para um único investigador, de nome Cláudio. Dois delegados confirmaram que o investigador liderou a prisão do suspeito e estava em contato com ele sempre. A reportagem de Universa tentou contato com o Cláudio citado pelo acusado, mas ele se negou a falar sobre o assunto.

Sem querer ser identificada, uma pessoa ligada à investigação do caso revelou a Universa que o investigador Cláudio conversou com o suspeito por mais de uma hora ao telefone. Então o acusado de 33 anos resolveu se entregar à Polícia Civil. O pedido do suspeito era que somente Cláudio fosse buscá-lo em Betim (MG). Os policiais de São Mateus receberam uma denúncia de que o tio da menina de 10 anos estaria em Ibirapuã, na Bahia, três dias antes da prisão. Os investigadores foram para a cidade e fizeram buscas em toda a região. Eles não conseguiram localizar o homem. Na segunda-feira (17), Cláudio teria conseguido contato com os familiares.

“O tio fugiu em um táxi clandestino pra Minas Gerais, onde tem amigos. Depois de muita insistência a família acabou convencendo o rapaz a falar com o policial. Quando o investigador ligou, ficaram mais de uma hora no telefone, até que ele convenceu o tio a se entregar. Ele chorava muito, sabia que estava com a cabeça a prêmio”, contou um policial ligado à investigação que não quis ser identificado.

Acompanhado de outros policiais civis, às 15h do mesmo dia, o investigador Cláudio foi a Betim (MG). A informação foi confirmada a reportagem da Universa por um delegado ligado ao caso. O local onde o tio estava escondido era em uma favela. Ele estava na rua, escoltado por outros dois homens desconhecidos.

“O que sabemos é que o local era bastante ermo. Os policiais tiveram que mandar foto do carro em que iriam estar, uma viatura descaracterizada, para que o tio não desconfiasse que seriam outras pessoas pra matar ele. Ele foi detido no meio da rua. Estava ciente do motivo da prisão, não resistiu em nenhum momento”, contou a pessoa ligada à investigação.

Vizinhos relataram a reportagem da Universa que a família do suspeito vem recebendo ameaças de morte todos os dias pelo celular. A mulher e os dois filhos do suspeito estariam trancados em casa, com medo de serem mortos. Moradores contaram ainda que a mulher está evitando falar com as pessoas até mesmo do bairro.

Fake news

O acusado realizou nesta terça-feira (18) o exame de corpo de delito e foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Xuri, em Vila Velha, por volta das 19 horas. Assim que chegou ao local, viralizou na internet a informação de que o homem teria sido espancado por outros presos e estaria internado em estado grave. Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Sejus (Secretaria Estadual de Justiça do Espírito Santo) negou a informação.

“A Secretaria da Justiça esclarece que é fake news o relato de agressão cometida ao acusado de abusar da menina de 10 anos. A Sejus ressalta que o interno recebe o tratamento penal devido e enfatiza que atua dentro da lei e com respeito aos direitos da pessoa humana”, disse o órgão, através de nota.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Política

Bolsonaro acusa Doria de aumentar impostos na pandemia

Cult

Conselho de política cultural emite nota de repúdio contra vereador Luiz Emanuel

Eleições 2020

Pesquisa Futura: Coser, Gandini e Pazolini estão empatados em Vitória

País

Incêndio atinge hospital de Bonsucesso, no Rio