Subida de carros é suspensa no Convento da Penha nas férias - ES360

Subida de carros é suspensa no Convento da Penha nas férias

O Convento da Penha esclarece que a medida tem por objetivo garantir a segurança e comodidade de todos os visitantes

Convento da Penha, em Vila Velha. Foto: Danielli Saquetto
Convento da Penha, em Vila Velha. Foto: Danielli Saquetto

 

Quem quiser visitar o Convento da Penha, em Vila Velha, deve ficar atento às mudanças que já estão em vigor em relação à subida de carro ao principal ponto turístico do Espírito Santo. A partir desta segunda-feira (28), os visitantes devem fazer o trajeto a pé ou por meio do serviço de transporte pago de vans, que saem a cada dez minutos do Campinho.

O Convento da Penha esclarece que a medida tem por objetivo garantir a segurança e comodidade de todos os visitantes. O percurso, de 1.200 metros de extensão, pode ser feito pela chamada “ladeira da penitência”, que tem 500 metros de subida íngreme. Já quem optar pelas vans terá que desembolsar R$ 3,50 (para subir ou descer) ou R$ 5 (para ida e volta). A compra dos bilhetes pode ser feita apenas com dinheiro (não são aceitos cartões) na portaria do convento ou no Campinho.

As exceções ficam por conta dos veículos devidamente identificados com cartão de pessoa idosa ou que transportem alguém com necessidades especiais; e automóveis de serviço ou que carreguem voluntários da liturgia local. Os veículos que estiverem transportando idosos, mas sem intenção de participar das celebrações, serão orientados a voltar em um momento mais apropriado.

De acordo com o Guardião do Convento, Frei Paulo Roberto Pereira, nesse período o Convento recebe visitantes de outras cidades e estados, e, por conta da pandemia, a atenção deve ser redobrada. “Nós não queremos, de forma alguma, que o Convento seja no Espírito Santo um ‘epicentro’ da doença, por isso esse crescimento no número de visitantes, exigirá de todos redobrado esforço e atenção. Ainda é tempo do exercício do cuidado, da empatia. Vamos nos cuidar para cuidar do outro”, afirma.

O Guardião lembra ainda que as orientações das autoridades sanitárias para visitas ao monumento religioso mais importante do estado continuam valendo. “Vai visitar o Convento? Use a máscara, é obrigatório. Importante que a máscara cubra o nariz e a boca. O distanciamento, principalmente no Campinho, é indispensável. Ao menos 2 metros de distância um do outro”, frisa.

Por fim, Frei Paulo orienta para as missas no Campinho, onde há incidência de sol forte, o uso de guarda-chuva (ou sombrinha), boné, protetor solar e água, podem evitar imprevistos. “Para as celebrações no Campinho, por ser uma área aberta, muitas pessoas procuram sombras das árvores, o que pode gerar aglomeração. Sugerimos que as pessoas utilizem acessórios que evitem a insolação”, finaliza.

Serviço:

Horário de Funcionamento

Abertura do portão: 6h (de segunda a sexta) e 7h (sábados e domingos).

Acesso liberado aos primeiros 40 automóveis que chegam (de segunda a sexta-feira).

Aos sábados, domingos e feriados não há acesso com automóveis particulares, exceto os que transportarem idosos com dificuldade de locomoção ou pessoas portadoras de necessidades especiais.

Abertura da Capela: (varanda da Pietá) no mesmo horário do portão

Fechamento do portão: 16h.

Fechamento da Capela: 16h.

Missas presenciais:

De segunda a sexta-feira, missa no Campinho, às 7 horas.

Aos sábados e domingos, missa às 9 horas.

Missa online

De segunda a sábado, às 15 horas, nas redes sociais.

Aos domingos, às 9 horas, nas redes sociais.

Onde assistir as missas:

Facebook

YouTube

Instagram

Atendimentos e confissões

De segunda a sábado: das 8h às 11h e das 14 às 16h.

Domingo: das 14h às 16h.

É necessário a marcação do horário exclusivamente através do telefone (27) 3329-0420. Não será agendado mais de um atendimento por pessoa. Os fiéis devem chegar no horário marcado.

Visitas seguras: Mesmo se tratando de espaço aberto, há alerta ao povo quanto à obrigatoriedade do uso da máscara, além do distanciamento e uso de álcool em gel. Os próprios agentes envolvidos nas celebrações também receberam orientação quanto à importância desses cuidados.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES prevê ampliar leitos de UTI para covid-19 até a primeira semana de fevereiro

Dia a dia

Estado cria “vacinômetro” para acompanhar imunização em tempo real

Dia a dia

ES avalia vacina obrigatória para trabalhadores da Saúde

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de Covid-19