Sindirodoviários acata liminar e ônibus voltam a circular na Grande Vitória - ES360

Sindirodoviários acata liminar e ônibus voltam a circular na Grande Vitória

As empresas de ônibus da Grande Vitória conseguiram duas liminares na Justiça do Trabalho que proíbem o Sindicato dos Rodoviários de impedir a saída dos veículos das garagens

Casagrande anuncia 100º ônibus climatizado do Transcol. Foto: Chico Guedes
Sindirodoviários-ES. Foto: Chico Guedes

Os ônibus do sistema de transporte coletivo da Grande Vitória começaram a sair das garagens no início da tarde desta segunda-feira (4). As empresas de ônibus conseguiram duas liminares na Justiça do Trabalho que proíbem o Sindicato dos Rodoviários de impedir a saída dos veículos das garagens.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) disse ter acatado as liminares e orientado os trabalhadores a voltar a circular com os ônibus. Porém, ressalta que a categoria continua pedindo a volta dos cobradores para trabalhar nos ônibus. A circulação dos ônibus deve ser normalizada ainda na tarde desta segunda-feira.

Na liminar emitida no último sábado (2), o desembargador do Trabalho Marcello Maciel Mancilha alegou que uma paralisação provocaria uma maior aglomeração dos trabalhadores e usuários do sistema de transporte, o que poderia gerar um aumento do número de casos da covid-19 no estado.

O desembargador determinou que toda a frota volte a circular em operação dos serviços de Transporte Metropolitano (Transcol) e Municipal de Vitória e Vila Velha para “garantir a não aglomeração de pessoas dentro dos veículos”.

Paralisação

Os rodoviários deram início a paralisação dos ônibus do sistema Transcol na madrugada desta segunda-feira (4). A categoria reivindica o retorno dos mais de 3,5 mil profissionais afastados da função desde maio, quando o governo do Estado passou a aceitar apenas o cartão de passagem como forma de pagamento, justificando que o dinheiro físico é um vetor de transmissão do coronavírus. “Acabou a medida provisória. Os cobradores só querem os postos de trabalho de volta. Não estamos impedindo os carros de rodarem”, disse o presidente interino do Sindirodoviários-ES, José Carlos Sales.

O sindicato publicou nas redes sociais um comunicado de paralisação, onde convocava todos os cobradores para que se apresentassem ao serviço em suas respectivas empresas às 4 horas da manhã desta segunda-feira. A categoria já prometia que os veículos não sairiam das garagens sem a presença do profissional. As empresas de ônibus entraram na Justiça para impedir o movimento.

Protesto no Centro de Vitória

Em protesto, os rodoviários se concentraram na praça do bairro Jucutuquara, na capital, e seguiram caminhando para o Centro de Vitória. Em alguns trechos, com o apoio de um trio elétrico, os manifestantes ocuparam duas faixas da Avenida Vitória, deixando o trânsito limitado a uma faixa de rolamento.

Além dos rodoviários em caminhada até o Centro de Vitória, uma longa fila de ônibus do Transcol se formou nas imediações do Centro da Capital capixaba. O Trânsito também ficou muito complicado nas avenidas Jerônimo Monteiro e também na Princesa Isabel.


Comentários:

  • Se os trocadores ficarem parados devido ao corona vírus eles tem que receberem os benefícios do governo ou seja o seguro que é de direito


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Estudante faz tatuagem para vacinação: “Butantan, vacine aqui”

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de Covid-19

Dia a dia

Santa Casa “toma medidas” contra enfermeira que ironizou vacina, mas não diz quais

Dia a dia

Governo pretende imunizar 70% dos profissionais da saúde após chegada das vacinas de Oxford