Seis dicas para não errar na hora de comprar um aparelho de ar-condicionado - ES360

Seis dicas para não errar na hora de comprar um aparelho de ar-condicionado

Potência e tipo do equipamento são determinantes, diz o instrutor do curso técnico de Refrigeração e Climatização do Senai Civit, Giussepp Morais

Faltam menos de dois meses para a chegada do verão. E ainda está na memória dos moradores do estado o calorão registrado na maioria dos municípios capixabas. O recorde de temperatura foi registrado em 25 de fevereiro: 37,5°C, segundo a Seção de Observação e Meteorologia Aplicada do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), mas, nas ruas, alguns termômetros marcaram 41ºC, com sensação térmica acima dos 45ºC. Para fugir do calor intenso, os ambientes com ar-condicionado foram bem disputados, aumentando também a procura pela compra de um equipamento. Como a estação está próxima, o Portal ES360 reuniu seis dicas para você escolher bem seu aparelho com o instrutor do curso técnico de Refrigeração e Climatização do Senai Civit, Giussepp Kelson Castro Morais. Confira:

Potência

A potência dos aparelhos de ar-condicionado é indicada pela sigla BTU (do inglês, uma sigla para “Unidade Térmica Britânica”). Quanto maior o ambiente onde o equipamento será instalado, maior a quantidade de BTUs por hora para refrigerar o local.

Como calcular o BTU

Considere, primeiramente, se o cômodo recebe incidência solar pela manhã. Nesse caso, multiplique 620 BTUs para cada metro quadrado. Adicione outros 620 BTUs para cada aparelho eletrônico ligado naquele ambiente e outros 620 BTUs para cada pessoa presente. Caso o cômodo receba incidência solar durante a tarde, aumente a quantidade de BTUs para 720 nas três circunstâncias. O resultado é a potência mínima recomendada do equipamento a ser adquirido.

Tipos de aparelho

Os modelos mais utilizados de ar-condicionado são os tipos “janela” e “split”. O primeiro é aquele afixado em um vão na parede em que o equipamento fica praticamente do lado externo do imóvel. O segundo se divide em uma unidade interna e externa. Para a utilização do tipo janela é necessário que uma das paredes do imóvel seja voltada para o ambiente externo. Caso não haja, a recomendação é o split.

Voltagem

Confira o nível de tensão do circuito elétrico do ambiente onde o equipamento será instalado. Muitas vezes, na hora da compra, o consumidor se deixa levar por outras informações e acaba descobrindo que adquiriu um aparelho com a voltagem errada.

Consumo de energia

Mantenha a manutenção do equipamento em dia. Procure instalar seu aparelho de ar-condicionado em ambientes que tenham uma boa corrente de ar na área externa e de preferência à sombra. No lado interno, garanta que não haja nada obstruindo a livre circulação do ar. Somadas, essas três considerações podem resultar em uma economia (ou despesa) de até 30% no consumo.

Preço

O barato pode sim custar caro quanto se trata de equipamentos eletrônicos. Imagine, por exemplo, que o preço médio de um aparelho desejado é de R$ 1 mil e você encontra um aparelho similar por R$ 600. Desconfie. Procure dar preferência para as marcas e fornecedores mais conhecidos, que podem garantir performance e confiabilidade.

Mais notícias
Dia a dia

Passado o ENEM, a vida de quem deseja e precisa escrever continua…

Dia a dia

Óleo pode chegar às praias da Grande Vitória

Dia a dia

Fim de semana deve ser de muita chuva no estado

Dia a dia

Chuvas fortes: Defesa Civil de Cariacica está em alerta