Secretário da Saúde alerta para mentiras sobre vacina contra covid - ES360

Secretário da Saúde alerta para mentiras sobre vacina contra covid

Nésio Fernandes ressaltou a importância das vacinas produzidas até hoje e lembrou que elas já salvaram milhões de vidas

Nesio Fernandes e Luiz Carlos Reblin. Foto: Sesa/Divulgação

 

Enquanto a comunidade científica do mundo inteiro tenta produzir uma vacina eficaz para imunizar toda a população contra o novo coronavírus, a desinformação aumenta. Vários vídeos, supostos áudios e mensagens compartilhadas em redes sociais contribuem para espalhar fake news relacionadas ao tema. Em pronunciamento na tarde desta segunda-feira (14), o secretário da Saúde, Nésio Fernandes, alertou sobre como a desinformação poder levar muitas pessoas a integrarem movimentos contra a vacinação, o que representa um grande risco, ainda mais diante do aumento de casos da covid-19.

“Vou aproveitar para fazer um alerta sobre a quantidade de mentiras e informações falsas que circulam nas redes sociais no que diz respeito ao risco das vacinas. São afirmações fantasiosas e irresponsáveis. Algumas delas divulgadas até por lideranças de todo tipo, como políticas, religiosas e sociais. São divulgadas com dúvidas em relação ao benefício da vacina”, disse o secretário.

Nésio ressaltou a importância das vacinas produzidas até hoje e lembrou que elas já salvaram milhões de vidas. Lembrou ainda que há critérios e regras rigorosas para a produção e desenvolvimento de cada uma delas e que a ciência garante a segurança e eficácia do uso dos imunizantes em políticas públicas de saúde.

O secretário convidou a população a “apostar no avanço da ciência e combater as fakes news”. Segundo ele, as informações falsas podem impedir medidas sanitárias, como a vacina, que tem por objetivo salvar vidas. “Independente da tecnologia, do país de origem em que essas vacinas são desenvolvidas, defendam as vacinas. Defendam o sistema de saúde e a responsabilidade que temos na disponibilização de tecnologias capazes de proteger e salvar vidas”, disse o secretário.

Confira o pronunciamento na íntegra


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES prevê ampliar leitos de UTI para covid-19 até a primeira semana de fevereiro

Dia a dia

Estado cria “vacinômetro” para acompanhar imunização em tempo real

Dia a dia

ES avalia vacina obrigatória para trabalhadores da Saúde

Dia a dia

Maranata cria atendimento médico online para fieis com suspeita de Covid-19