Secretaria de Saúde não recomenda cultos presenciais no Espírito Santo - ES360

Secretaria de Saúde não recomenda cultos presenciais no Espírito Santo

Foi mantida nota técnica que recomenda a não realização de cultos em cidades de risco moderado e alto, mesmo com lei que define atividade como essencial

Igrejas ainda devem ficar fechadas no período de isolamento. Foto: Pixabay

A Secretaria de Saúde do Espírito Santo manteve a recomendação de não realização de cultos presenciais em cidades que estão com risco moderado e alto da covid-19, mesmo com a sanção nesta segunda-feira (20) da lei passou a classificar cultos religiosos como atividade essencial.

A lei foi aprovada na Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Renato Casagrande e permite que as atividades religiosas sejam realizadas até em caso de risco extremo, também conhecido como lockdown.

O secretário de Saúde Nésio Fernandes destacou que mesmo com a lei, a nota técnica que não recomenda a realização de atividades presenciais em municípios com risco moderado e alto feita pela Secretaria de Saúde não será alterada.

“A espiritualidade é reconhecida como fator protetor e tem característica positiva na vida das pessoas. Reconhecemos o direito ao culto, as atividades nunca estiverem proibidas, mas nesse momento não é adequado realizar atividades presenciais. É possível somente em municípios de risco baixo, mantendo a distância de 2 metros entre as pessoas”, explicou Nésio.

 

 


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Covid-19: Empresas doam R$ 100 mi para produzir vacinas

Dia a dia

Seis pontos que mostram o recuo da pandemia no Espírito Santo

Dia a dia

Unipró lança curso de preparação para o Ifes 100% online

Bem-estar

A Escola Bíblica Dominical sob a perspectiva da Igreja Cristã Maranata