Saúde eleva número de leitos e pode voltar a limitar atividades - ES360

Saúde eleva número de leitos e pode voltar a limitar atividades

Desde o fim de julho, Secretaria da Saúde vinha redirecionando leitos hospitalares disponibilizados exclusivamente ao tratamento de pacientes com covid-19 para atender outras especialidades médicas

Secretário Nésio Fernandes confirma estabilização da covid-19 na Grande Vitória. Foto: Divulgação/Sesa
Secretário Nésio Fernandes. Foto: Divulgação/Sesa

 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) autorizou a ampliação de 60 UTIs e 60 leitos de enfermaria voltados para casos de covid-19 no Espírito Santo. O anúncio foi feito pelo secretário da Saúde, Nésio Fernandes, durante pronunciamento na tarde desta quarta-feira (4).

O secretário explicou que desde o dia 14 de outubro o estado teve um aumento na ocupação de leitos de enfermaria, que não foi acompanhado pela ocupação das UTIs. No feriado de Finados, a Secretaria da Saúde percebeu o aumento na necessidade de leitos de isolamento para pacientes suspeitos.

> Ocupação de enfermarias no Espírito Santo está acima de 80%

Segundo o secretário, foi autorizada a ampliação de 60 UTIs e 60 leitos de enfermaria por causa de outras doenças infecciosas, virais e metabólicas, já que essas enfermidades também pressionam os serviços de saúde como doenças crônicas..

“Neste momento, com o aumento das outras doenças infectocontagiosas e aumento da existência de pacientes com a covid-19, precisamos ajustar esses leitos. Nos próximos dias, teremos um aumento da oferta de leitos para atender todos os pacientes suspeitos com doenças respiratórias. Tivemos um aumento de 90 pacientes de enfermaria entre 14 de outubro e o dia 2 de novembro”, detalhou Nésio Fernandes.

O secretário da Saúde disse que ao longo do desenvolvimento da pandemia, a saúde teve uma curva de aprendizado. “Não pretendemos suspender consultas especializadas, vamos seguir e caminhar na reversão de leitos da rede própria. Estamos preparando condições para que, com essa ampliação, não havendo o crescimento de casos graves, a gente consiga sempre reverter para atender a todos. Não pretendemos suspender serviços eletivos”, frisou Nésio.

> Espírito Santo tem 8 mortes pela covid-19 em 24 horas; total chega a 3.884

A Secretaria da Saúde vinha fazendo desde o final de julho a reversão gradativa do perfil de alguns leitos hospitalares disponibilizados para paciente com a covid-19 para atender outras especialidades médicas. No auge da pandemia do coronavírus, o Estado chegou a contar com um total de 1.532 leitos, sendo 715 UTIs e 817 leitos de enfermaria. Com a redução, o número caiu para 397 UTIs e 351 leitos enfermarias.

Mapa de Risco

Para os próximos dias, o secretário da Saúde, Nésio Fernandes, prevê uma mudança na Matriz de Risco da Covid-19 no Espírito Santo. Com o aumento do número de contaminados pelo coronavírus, é possível que municípios voltem a entrar no risco moderado. Na nova classificação, a cidade voltará a ter restrições sociais e econômicas, principalmente à noite e nos finais de semana, como ocorreu com quase todos os municípios do estado durante vários meses. O secretário não estabeleceu uma data para a entrada em vigor do novo mapa de risco. Normalmente, ele é anunciado na sexta=feira e entra em vigor na semana seguinte.

Assista o pronunciamento na íntegra:


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Mundo

Sputnik V tem eficiência acima de 95%, diz RFPI

Dia a dia

Greve de motoristas da limpeza urbana provoca acúmulo de lixo na Grande Vitória

País

Taxa de transmissão da covid no Brasil é a maior desde maio, diz Imperial College

Dia a dia

Comissão de Direitos Humanos da Ufes apoia reserva de vagas na pós-graduação