Restrição para entrar nos países preocupa e Uefa cria prazo na Liga dos Campeões - ES360

Restrição para entrar nos países preocupa e Uefa cria prazo na Liga dos Campeões

Pandemia do novo coronavírus volta a criar problema para a fase decisiva do torneio e faz entidade repensar planos

A fase de mata-mata da Liga dos Campeões poderá ser atingida novamente em cheio pela pandemia do coronavírus. As oitavas de final, que começarão a ser disputadas no dia 16, devem ser afetadas pelas restrições impostas por alguns países da Europa em razão da nova cepa do vírus, que está atingindo fortemente a Inglaterra.

A Alemanha, por exemplo, restringiu em dezembro voos vindos do país britânico porque a cepa mais agressiva do coronavírus está se espalhando em velocidade pela Inglaterra. “No momento, não há qualquer acordo especial para liberar a entrada de atletas profissionais”, afirmou o Ministério do Interior da Alemanha.

Decisões como esta levaram a Uefa a definir um prazo para finalizar os confrontos das oitavas de final da Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, a entidade estabeleceu o dia 2 de abril como data final para realização destes jogos. Em tese, as últimas partidas das oitavas serão disputadas no dia 17 de março. As quartas de final já começariam nos dias 6 e 7 de abril.

Mas há chances de esta tabela ser ajustada nos próximos dias. A maior preocupação recai sobre o duelo entre Liverpool e RB Leipzig. O jogo de ida será na Alemanha, no dia 16. E, no momento, o time inglês não poderia entrar no país do rival. A mesma situação poderá se repetir no confronto entre Manchester City e Borussia Mönchengladbach, no dia 24, na Alemanha.

Uma possível solução para o problema seria a inversão dos mandos de campo. Assim, os times ingleses fariam o jogo de ida em casa. E torceriam para que as restrições alemãs venham a ser derrubadas antes das partidas da volta, na Alemanha.

Em comunicado, a Uefa pede aos clubes para “cooperar com suas associações nacionais de forma a obter, junto às autoridades relevantes, exceções nas restrições de viagens, caso do fechamento de fronteiras e de exigências para quarentena”.

O mesmo vale para a Liga Europa, que retomará os confrontos a partir da fase anterior às oitavas de final, no dia 18 deste mês. O duelo mais preocupante envolve Benfica e Arsenal, em razão das restrições impostas pelo governo português quanto a entrada de ingleses no país ibérico. A Uefa impôs como prazo final para esta fase o dia 5 de março, seis dias antes do início das oitavas.

Em sua última edição, a Liga dos Campeões precisou reformatar a fase de mata-mata para poder finalizar a competição. Assim, criou uma “bolha” em Lisboa, em Portugal, país dos menos afetados pela pandemia na época, e realizou todos os confrontos em jogos únicos, na cidade portuguesa.

Estadão Conteúdo


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Esportes

Para Colômbia, é ‘improvável’ receber voo da Seleção Brasileira

Política

Cartório 'censura' escritura da mansão de Flávio Bolsonaro

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

País

Maioria dos bares respeita restrição no Rio