Regras do governo confundem o setor de shoppings - ES360

Regras do governo confundem o setor de shoppings

Regulamentação do mapa de risco provoca dúvida sobre abertura de restaurantes aos sábados e causa confusão sobre horário de funcionamento da praça de alimentação

Regulamentação do mapa de risco provoca dúvida sobre abertura de restaurantes aos sábados e causa confusão sobre horário de funcionamento da praça de alimentação

Além do grande prejuízo causado pela suspensão das atividades por conta da pandemia, o setor de shopping centers tem enfrentado problemas com a regulamentação dos horários de funcionamento estabelecido a partir do mapa de risco definido pelo governo do estado. A última regulamentação oficializada pelo governo e anunciada no sábado, dia 18, trouxe indefinições sobre os horários e dias de funcionamento das praças de alimentação. As direções dos shoppings e os comerciantes apontam erros cometidos pelo governo e afirmam não saber exatamente como agir para seguir as determinações legais.

> Comércio volta a abrir aos domingos e à noite em Domingos Martins

As alterações começaram no sábado. Com a mudança da matriz para risco “moderado” em Vitória, Vila Velha e Serra, os shoppings que funcionam nessas cidades passaram a ter horário de funcionamento ampliado. De segunda a sexta-feira passam a abrir todas as lojas, sem escalas, das 12h às 20h. Mas os centros de compra permanecem fechados nos finais de semana. No entanto, os restaurantes têm autorização para atender nos sábados, das 10h às 16 horas, conforme as regras da matriz de risco. Ou seja, os restaurantes dos shoppings poderiam funcionar, mas os shoppings, não.

O superintendente dos shoppings da Sá Cavalcante, Marcelo Rennó, explicou a situação em entrevista à BandNews FM Espírito Santo. Confira:

Segundo Raphael Brotto, diretor da Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) ainda não há uma definição clara passada pelo governo sobre o funcionamento dos restaurantes aos shoppings aos sábados. O presidente do Sindbares (Sindicato dos Bares, Restaurantes e Similares do Espírito Santo), Rodrigo Vervloet, também falou que não há informações claras sobre esse funcionamento, principalmente sobre os que podem ser acessados pelas áreas externas dos shoppings, fora das praças de alimentação.

Outra indefinição cercou o horário de funcionamento da praça de alimentação durante os dias da semana. Pelas regras anunciadas e regulamentadas pelo governo a partir do novo mapa de risco, as praças seguiriam os novos horários dos shoppings, ou seja, funcionariam das 12 às 20 horas. Mas, nesta terça-feira (21), o governo alterou seu entendimento sobre o assunto e a nova regulamentação estabelece o funcionamento até 18h. Os comerciantes haviam se preparado para o novo horário e acabaram frustrados com a alteração.

O governo do estado foi procurando para explicar como fica o funcionamento dos restaurantes nos shoppings, mas ainda não deu retorno.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo libera aulas nas escolas a partir de 5 de outubro

Dia a dia

Covid-19: registro de mortes sobe e chega a 26 em 24 horas no ES

País

Saúde: Brasil ultrapassa marca de 140 mil mortes por covid-19

Dia a dia

Transcol volta a circular com 100% da frota em outubro