Reajuste de policiais só deve ser pago em abril - ES360

Reajuste de policiais só deve ser pago em abril

O reajuste para militares de soldado a primeiro-tenente é de 9,17% (com a incorporação da escala especial) e para os demais servidores será de 4%

 aposentadoria para PMs. Foto: Chico Guedes
Ales também aprovou regras de
aposentadoria para PMs. Foto: Chico Guedes

O aumento de salário das forças da segurança do estado foi aprovado nesta quarta-feira (11) na Assembleia Legislativa, mas os vencimentos prometidos pelo governo só devem ser pagos em abril. O reajuste para militares com patente de soldado a primeiro-tenente ficou em 9,17% — com a incorporação da escala especial — e para os demais servidores da segurança será de 4%.

O secretário de Governo, Tyago Hoffmann explicou que o projeto ainda precisa voltar ao governo para ser sancionado pelo governador Renato Casagrande e que, por isso, é provável que não dê tempo para o aumento entrar na folha de março, que é fechada com antecedência.

“Se não der tempo de incluir, haverá uma folha suplementar em abril com a diferença do que deveriam ter recebido em março”, garante.

Depois do contracheque extra, o salário a ser pago no final de abril já deve chegar com os novos valores.

Os reajustes devem contemplar 25,2 mil servidores e chegam a um ganho real de até 27,5% até 2022, no caso de soldados da PM. Os planos de reajuste aprovados incluem ainda delegados e servidores da Polícia Civil, além de inspetores e agentes socioeducativos do sistema prisional.

Aposentadoria

Durante a sessão de ontem foram aprovadas também novas regras para aposentadoria dos militares, com pontos que acabou desagradando a categoria. Segundo o representante da Frente Unificada de Valorização Salarial e presidente da Associação dos Oficiais da PM, coronel Marcos Aurélio Capita, o ponto de discordância foi da perda do teto previdenciário e até da isenção dele em caso de doença como câncer.

“Vamos voltar a nos reunir com o governo e pedir para que sejam mantidas essas questões do teto previdenciário e outros que foram acordados”, afirma.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dinheiro

Entrega da declaração do IR começa nesta segunda

Dinheiro

Preço de matérias-primas sobe e traz oportunidades ao Brasil

Bem-estar

"O ES pode colapsar junto", afirma secretário de Saúde

Política

Em debate no país, nepotismo afeta eficiência da gestão