Quatro pessoas são presas por furto de cédulas deixadas por bandidos em Criciúma - ES360

Quatro pessoas são presas por furto de cédulas deixadas por bandidos em Criciúma

Nas redes sociais, vídeos mostram as cédulas espalhadas pelas ruas após explosão em agência bancária

Quatro homens foram presos pelo furto de cédulas de dinheiro deixadas por bandidos após o assalto a uma agência bancária de Criciúma (SC), na madrugada desta terça-feira, 1º. A polícia encontrou R$ 810 mil no apartamento onde os homens estavam. Nas redes sociais, vídeos mostram pessoas recolhendo o dinheiro nas ruas da cidade.

De acordo com a Polícia Militar, criminosos armados com explosivos e munições de vários calibres assaltaram a agência bancária e efetuaram disparos na região central da cidade. O 9º Batalhão de Polícia Militar da cidade também foi alvo dos bandidos. Um policial militar e um vigilante ficaram feridos. Após passar por cirurgia, o quadro clínico do policial é estável.

Registros compartilhados nas redes sociais mostram cédulas de dinheiro nas ruas de Criciúma. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Registros compartilhados nas redes sociais mostram cédulas de dinheiro nas ruas de Criciúma. Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Militar de Santa Catarina faz diligências em busca dos criminosos na manhã desta segunda-feira. A PM conta com o apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Choque, Batalhão de Aviação, Canil e Polícia Militar Rodoviária Estadual. Equipes de Inteligência das Forças de Segurança Pública também atuam em conjunto. A Polícia Civil do Estado acionou polícias do Rio Grande do Sul e Paraná para reforçar a ação.

A PM reforça que denúncias podem ser encaminhadas por meio dos telefones 190, ou pelo 181 da Polícia Civil, aplicativo PMSC Cidadão ou Rede de Vizinhos.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Espírito Santo pode registrar mais de 450 mortes por covid-19 em janeiro

Dia a dia

Prefeituras da Grande Vitória decidem não voltar com aulas presenciais em fevereiro

Dinheiro

Bolsonaro desafia Doria a zerar imposto sobre combustível

País

Bolsonaro chama Doria de ‘moleque’ e diz que ele e Maia querem sua cadeira para ‘roubar’