Quatro engenheiros viram réus por tragédia no condomínio Grand Parc - ES360

Quatro engenheiros viram réus por tragédia no condomínio Grand Parc

Justiça acatou denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual. Eles vão responder por homicídio culposo

Quatro engenheiros que participaram das obras do condomínio Grand Parc, em Vitória, viraram réus após a Justiça aceitar denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual. Eles vão responder por homicídio culposo. A área de lazer do condomínio desabou em julho de 2016, provocando a morte do porteiro Dejair das Neves.

A denúncia aponta que os profissionais sabiam dos riscos a que os moradores estavam submetidos e que as negligências foram determinantes para o desabamento da estrutura e para a morte de Dejair, que acabou soterrado pelos escombros na garagem subterrânea do condomínio.

Na denúncia, o Ministério Público Estadual argumenta que os laudos periciais e as análises técnicas mostram que as condições estruturais eram precárias e que houve erros de cálculo no projeto arquitetônico. Segundo a Promotoria de Justiça de Vitória, os engenheiros permitiram a construção com diversas falhas e não verificaram as irregularidades. Entre elas, uma estrutura que não era capaz de suportar o peso.

Quando a denúncia foi apresentada, em junho deste ano, a construtora Cyrela, uma das responsáveis pela obra, afirmou que os engenheiros não fazem parte dos quadros da empresa. A MCA Estruturas e a Incortel foram procuradas, por telefone, para se manifestarem.

A MCA Estruturas e a Incortel, que também estão envolvidas na construção do condomínio, foram procuradas, por telefone, para se manifestarem. A Incortel não se posicionou. Já a MCA não atendeu às ligações feitas para o escritório da empresa.

Três anos após o desabamento da área de lazer e uma longa reforma, os moradores do Grand Parc vão poder retornar aos seus apartamentos a partir do próximo sábado (31).

Por Rafael Monteiro de Barros

Mais notícias
Dia a dia

Acidente com morte interdita a BR-101, na Serra

Dinheiro

Pandemia trava emprego para trabalhadores com mais de 50 anos em todo país

Dia a dia

Segurança Pública no Brasil terá US$ 1,2 bilhão do BID; Espírito Santo vai mapear presos

Mundo

Vacina de Oxford contra covid-19 tem eficácia média de 70% e pode alcançar até 90%