Protesto interdita BR-101 em Divinópolis, na Serra - ES360

Protesto interdita BR-101 em Divinópolis, na Serra

Segundo ouvintes da rádio BandNews FM, a população pede a liberação de casas populares no bairro e diálogo com o prefeito Audifax Barcelos

Os manifestantes pedem a liberação de casas populares na região de Divinópolis, na Serra. Foto: Ouvinte BandNews FM
Os manifestantes pedem a liberação de casas populares na região de Divinópolis, na Serra. Foto: Ouvinte BandNews FM

Depois de seis horas de protesto, o bloqueio no km 254 na BR-101, na altura de Divinópolis, na Serra, foi liberado e trânsito na rodovia voltou a fluir. O trecho foi interditado na madrugada desta segunda-feira (9), por volta das 4h30. Os manifestantes são contra uma determinação judicial para retirada das famílias dos imóveis.

Os manifestantes atearam fogo em pneus e galhos na pista. Foto: Ouvinte BandNews Fm
Os manifestantes atearam fogo em pneus e galhos na pista. Foto: Ouvinte BandNews FM

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o congestionamento causou filas de três quilômetros de veículos no sentido Norte e quatro quilômetros no sentido contrário.

Procurada, a secretária de Habitação da Serra, Cristiane Stem, explica que em 2013 a prefeitura entregou 220 escrituras de lotes que eram passíveis de regularização e que os lotes discutidos hoje são regulares, devidamente registrados em cartórios. Portanto, não cabe ao município fazer a regularização sem anuência dos proprietários.

“A orientação da prefeitura é que a população pegue a documentação que comprove sua posse, leve a Defensoria Publica ou procure de forma particular a Justiça para requerer a posse do imóvel, pois o município está impedido de fazer a regulamentação de lotes devidamente registrados”, disse a secretária.

Mais notícias
Política

Índice de rejeição do presidente cai 10 pontos, diz Datafolha

Dia a dia

Unipró lança curso de preparação para o Ifes 100% online

Bem-estar

A Escola Bíblica Dominical sob a perspectiva da Igreja Cristã Maranata

Cult

Mulher quebra obra de Romero Britto na frente do artista