Profissional da saúde no ES será proibido de trabalhar se não tomar vacina - ES360

Profissional da saúde no ES será proibido de trabalhar se não tomar vacina

Portaria assinada pelo secretário Nésio Fernandes foi publicada nesta segunda-feira (1°) e se estende também a prestadores de serviços

Os profissionais de saúde que atuam na rede estadual poderão ser impedidos de trabalhar se não estiverem vacinados contra o novo coronavírus. A determinação, assinada pelo secretário da Saúde, Nésio Fernandes de Medeiros Junior, foi publicada nesta segunda-feira (1°) no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o texto, a medida é válida para os servidores públicos efetivos, comissionados, temporários, residentes/bolsistas e pessoas jurídicas, prestadoras de serviço.

Pela regra, somente poderão ter acesso e permanecer nos estabelecimentos de saúde da rede publica estadual, os profissionais de saúde que tiverem sido imunizados, “observada a disponibilidade da vacina, os grupos prioritários e o calendário estadual de vacinação”.

Os profissionais barrados “terão suas faltas registradas e realizados os devidos descontos nos vencimentos/salários/bolsas, sem prejuízo, quando for o caso, da possibilidade de rescisão dos respectivos contratos e da adoção de outras providências admitidas pela legislação”.

De acordo com o Painel de Vacinação do Estado, 124.416 trabalhadores de saúde já foram vacinados no Espírito Santo. O número corresponde a 72% da categoria.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Há um ano, covid-19 era identificada no Espírito Santo

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

Dia a dia

Mapa de Risco: Apenas Ibatiba está em risco alto no Espírito Santo

Dinheiro

Motoristas questionam cobrança de imposto do diesel em nota fiscal