Professora é demitida após dizer que estupro de criança de 10 anos não foi violência  - ES360

Professora é demitida após dizer que estupro de criança de 10 anos não foi violência 

Em uma rede social, a educadora ainda disse: “ela já tinha vida sexual há (sic) quatro anos com esse homem. Deve ter sido bem paga". 

A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo demitiu uma professora da educação básica que publicou em uma rede social que o estupro da menina de 10 anos em São Mateus, norte do Espírito Santo “não foi nenhuma violência”.

Eliana Nuci de Oliveira ainda postou: “ela já tinha vida sexual há quatro anos com esse homem. Deve ter sido bem paga”. E questionou: “criança se defende chorando pra mãe, está menina nunca chorou porque?”.

A menina é criada pela avó desde bebê após a morte da mãe e da prisão do pai.  De acordo com o secretário de educação, Rossieli Soares, a professora foi demitida imediatamente para não estar próxima de outras crianças e jovens.

O secretário afirmou que é um absurdo uma profissional que deve ser educadora e defensora da infância afirmar que o caso não se tratou de uma violência.

Com informações da Rede BandNews FM


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Cult

Teatro Carlos Gomes tem visita técnica para elaborar projeto de restauro

Dia a dia

Só 12% dos cursos superiores do ES recebem nota máxima no Enade

País

Governo federal vai comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa

Dia a dia

Instituto emite alerta de chuva intensa para o Espírito Santo