Primeiras doses da vacina contra covid-19 chegam aos hospitais dos EUA - ES360

Primeiras doses da vacina contra covid-19 chegam aos hospitais dos EUA

Quase 3 milhões de doses do imunizante começaram a ser distribuídas e serão aplicadas nesta segunda-feira, 14

Caminhões e aviões de carga embalados com as primeiras levas de quase 3 milhões de doses da vacina contra o coronavírus começaram a chegar aos 50 Estados americanos após viajar entre a noite de domingo, 13, e a manhã de segunda, 14, enquanto hospitais corriam para instalar postos de vacinação e seus ansiosos trabalhadores monitoravam cada carregamento hora a hora.

Sandra Lindsay, uma enfermeira de cuidados intensivos no Long Island Jewish Medical Center, na região do Queens, recebeu a primeira dose da vacina Pfizer-BioNTech em Nova York nesta segunda-feira, 14. “Não foi nada diferente de tomar qualquer outra vacina”, afirmou.

Ela pediu aos americanos que continuem usando máscaras e façam distanciamento social enquanto a vacina é distribuída. “Há luz no fim do túnel. Eu encorajo todos a tomar a vacina”.

O esforço de imunização, iniciado após a autorização de emergência da agência reguladora de alimentação e medicamentos, Food and Drug Administration (FDA), para a vacina na noite de sexta-feira, ocorre quando o número de mortes por coronavírus dos EUA se aproxima de 300 mil.

A distribuição da vacina Pfizer-BioNTech é menos centralizada nos Estados Unidos do que em outros países que estão competindo para distribuí-la.

Em todo o país, de acordo com o general Gustave Perna, chefe de operações do esforço federal para desenvolver uma vacina, 145 locais devem receber a imunização na segunda-feira: 425 na terça e 66 na quarta-feira.

A maioria das primeiras injeções deve ser aplicada na segunda-feira a profissionais de saúde de alto risco. Em muitos casos, essa primeira entrega limitada não forneceria doses suficientes para todos os médicos, enfermeiras, seguranças, recepcionistas e outros trabalhadores que correm o risco de serem expostos ao vírus todos os dias.

Como as vacinas podem causar efeitos colaterais, incluindo febres e dores, os hospitais afirmam que irão escalonar os calendários de vacinação entre os trabalhadores.

Residentes de lares de idosos, que sofreram uma parte desproporcional das mortes de covid-19, também estão sendo priorizados e devem começar a receber as vacinas na próxima semana. A grande maioria dos americanos não terá direito à vacinação até a primavera ou mais tarde.

Cinco das primeiras vacinações acontecerão no que o Departamento de Saúde e Serviços Humanos está chamando de um “evento inicial” cerimonial nacional, programado para a tarde de segunda-feira no Hospital Universitário George Washington.

As cinco pessoas foram selecionadas por um algoritmo que o hospital está usando para atribuir as primeiras doses, resultado de uma pesquisa feita por funcionários do hospital que perguntou sobre idade, condições médicas subjacentes e o risco que carregam em seus empregos, de acordo com um oficial de saúde federal familiarizado com o planejamento, não autorizado a falar publicamente.

O evento tem como objetivo demonstrar como muitos profissionais de saúde serão vacinados nesta semana, disse o oficial.

O pontapé inicial é parte do que o funcionário disse que será uma série de eventos de vacinação com as principais autoridades de saúde.

No Canadá, as primeiras remessas da vacina Pfizer-BioNTech chegaram no domingo, anunciou o primeiro-ministro Justin Trudeau no Twitter. Ele chamou isso de “um passo importante em nossa luta contra o vírus”.

Nas planícies nevadas de Fargo, na Dakota do Norte, Jesse Breidenbach, o diretor executivo sênior de farmácia da Sanford Health, que opera hospitais e clínicas ao noroeste, atualizou seu e-mail repetidamente no domingo, esperando receber um número de rastreamento da FedEx que iria confirmar que cerca de 3.400 doses estavam a caminho.

O hospital Sanford em Fargo estava convertendo seu Clube de Veteranos em um local de vacinação, e as autoridades disseram que começariam a imunizar um primeiro grupo de médicos e enfermeiras de emergência e cuidados intensivos poucas horas após a chegada da vacina. Mas quando seria isso?

A resposta veio na tarde de domingo: Previsão de entrega da vacina às 10h30 de segunda-feira, 14 (12h30 horário do Brasil) com vacinação começando no início da tarde.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Governo do AM sugere abrir valas no interior por falta de oxigênio

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo registra 19 mortes e 1.208 casos em 24 horas

País

Secretário de SP diz que ainda aguarda posição sobre doses da Coronavac para SP

Mundo

Em razão da nova cepa, Itália suspende voos vindos do Brasil