Primeira maratona no ES após o início da pandemia teve desafios e cuidados - ES360

Primeira maratona no ES após o início da pandemia teve desafios e cuidados

Os corredores foram desafiados em corridas de 42 km, 21 km e 12 km, além de 6 km de caminhada na região da Pedra Azul

Espírito Santo recebe a primeira maratona após o início da pandemia. Foto: Divulgação
O forte calor foi um dos adversários dos corredores. Foto: Divulgação

 

No último domingo (8), corredores participaram da edição inaugural da Maratona Pedra Azul, em Domingos Martins, primeira prova de 42 km do Brasil após o início da pandemia e que marcou a retomada dos eventos esportivos no estado. Atletas e amadores foram desafiados em percursos de 42 km, 21 km, 12 km e 6 km de caminhada.

Para que o evento recebesse o aval das autoridades locais, os organizadores tiveram que se adaptar a um protocolo sanitário assinado pela Federação Capixaba de Atletismo com recomendações do governo estadual e da Secretaria de Estado da Saúde. Houve medição de temperatura na chegada dos atletas ao local da corrida, o uso de máscara era obrigatório na arena e houve distanciamento entre os participantes na largada, que foi realizada em grupos conforme a modalidade.

Com o sol às 7h, foram iniciados os procedimentos de largada no Quadrado de São Paulinho, no cruzamento da Rota do Lagarto com a ES-164. Os primeiros a largar foram os participantes dos 42 km, seguidos pelos corredores dos 21 km, 12 km e os caminhantes dos 6 km. Os corredores percorreram a Rota do Lagarto, com piso de asfalto e bloquetes de concreto, passaram pelo asfalto do acostamento da ES-164, entraram em alguns trechos de estradão de terra e tiveram que encarar um percurso sinuoso e repleto de subidas e descidas.

“Comecei de forma conservadora, sabendo que a prova tinha um grau de dificuldade médio para alto, a partir do quilômetro 30 ultrapassei o primeiro colocado e fui campeão”, afirma Messias Varga Mouras, campeão dos 42 km com 3h12min49.

Entre as mulheres, a vitória ficou com a atleta da casa Diana Bellon, que costuma treinar em parte do percurso da corrida. “Eu achei que a prova seria mais fácil, mas senti dificuldade por conta do clima, já que fez um sol absurdo. Mas gostei muito e ano que vem estaremos juntos novamente”, comenta a capixaba que confirmou o favoritismo e marcou 3h57min07.

A primeira edição da Maratona Pedra Azul teve que limitar a quantidade de participantes por conta do protocolo sanitário e reuniu 500 corredores, de nove estados e do Distrito Federal. “Estamos bastante satisfeitos com o resultado final em um local tão especial como esse. Fizemos muito mais do que uma corrida, foi a promoção de um destino turístico”, afirma Yoshiya Suwa, diretor geral do evento. “Deixamos um legado importante para voltarmos ano que vem mais fortes e com uma entrega melhor ainda”, completa o dirigente.

A edição 2021 da Maratona Pedra Azul já está marcada para o dia 7 de novembro e as inscrições abrirão em breve no site com um lote promocional e limitado.

Resultados:

42 km masculino

Messias Vargas Moura – 3h12min49

Jose Eduardo Motta Garcia – 3h23min26

Matheus Serra Nunes Siqueira – 3h26min15

Arthur Guilherme Rezende – 3h27min26

Humberto Tadeu Santanna – 3h35min37

42 km feminino

Diana Bellon – 3h57min07

Adriana Pereira da Silva Rosa – 4h04min40

Rosivania Soares da Silva – 4h34min17

Camila Resende Pires – 5h06min22

Jacqueline Barbosa do Rego – 5h21min41

21 km masculino

Estevao do Nascimento Pereira – 1h44min54

Dione Jose Mariano – 1h46min17

Celso Henrique Maforte Filho – 1h49min23

Robson Sales – 1h52min37

Renato Rogerio de Carvalho – 1h53min04

21 km feminino

Lyvia Rostoldo Macedo -2h04min40

Isabela Cristina Mendes Costa – 2h07min38

Roselania Alves Valentim – 2h08min48

Carla Lorenzon Barbosa – 2h13min52

Jucelia Faria – 2h20min02

12 km masculino

Leandro Antonio gomes de Souza – 54min22

Lucas Pinheiro Silva – 56min01

Reinaldo da Silva Neves – 57min35

Jose Charles Astori Arpini – 1h01min32

Luis Carlos Alves da Cruz – 1h02min20

12 km feminino

Elizangela Lucio Candido – 1h07min34

Jakline de Freitas Cordeiro da Rocha – 1h08min16

Jennifer Rayane Gino Soares – 1h10min16

Leticia Velten – 1h13min42

Sara Barbosa Miranda – 1h18min30


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Apenas 4,7% dos filhos de pais sem instrução terminam o ensino superior no Brasil

Eleições 2020

Candidatos recebem R$ 4,1 milhões para o 2º turno; veja quem mais recebeu

País

PF faz 219 buscas em quatro estados atrás de arquivos de pedofilia na Deepweb

Dinheiro

Black Friday: veja as dicas para não ser enganado