Primavera: Como se prevenir das doenças respiratórias? - ES360

Primavera: Como se prevenir das doenças respiratórias?

A alergista Márcia Bellote ressalta que além de uma casa limpa e arejada, é importante manter o cartão de vacinas bem atualizado

 

"É importante manter  o cartão de vacinas  bem atualizado", afirma a alergista Márcia Bellote. Foto: Unimed/Divulgação
“É importante manter o cartão de vacinas bem atualizado”, afirma a alergista Márcia Bellote. Foto: Unimed/Divulgação

As mudanças constantes da temperatura com a chegada da primavera liga o alerta em quem sofre com doenças respiratórias e alergias. Nessa época, aparecem as rinites, bronquites, conjuntivites e asmas. Mas como evitar essas doenças nesse período e deixar a saúde em dia? A alergista Márcia Bellote explica que, com medidas simples, é possível evitar ou pelo menos amenizar essas crises.

Alérgicos já começaram a sentir os efeitos das mudanças de temperatura. O que causa esses transtornos?
Uma das características da estação que colabora com o aumento de doenças alérgicas é a incidência do pólen. Apesar da nossa região não ter essa característica tão evidente, como em regiões de muitas mais floradas, elas acontecem e agravam o quadro alérgico. Outro fator é a diminuição da temperatura e o aumento da umidade, o que ajuda na proliferação dos ácaros, uma das causas mais frequentes nas rinites e conjuntivites alérgicas. Afinal, por ter uma temperatura mais amena, ficamos em ambientes fechados, o que ajuda na proliferação dos ácaros e no aumenta do contato com eles.

Quem é alérgico pode prevenir as crises?
O ideal é que toda doença alérgica seja prevenida. O tratamento medicamentoso partirá do princípio que toda a prevenção foi feita e, mesmo assim, o resultado não foi satisfatório. A hidratação do paciente é fundamental, sendo recomendado a ingestão de 2 a 4 litros de água por dia. Também é necessário priorizar a higiene pessoal e lavar bem as mãos sempre que possível, fazendo uso também de álcool em gel. O uso de soluções fisiológicas específicas para o nariz ajudam a evitar os sintomas. Caso tenha conjuntivite alérgica, pode usar soluções lubrificadoras como colírios, chamados de “lágrima artificial”. Quando o paciente fica mais tempo em ambientes fechados e com ar-condicionado, é importante utilizar uma bacia com água para umidificar o ar. Também há doenças que podem ser prevenidas por meio de vacinas. Por isso, é importante manter o cartão de vacinas bem atualizado. Porque em uma crise alérgica pode haver o acúmulo de secreção, deixando o paciente predisposto a infecções.

A vacina da gripe pode auxiliar na prevenção das doenças respiratórias alérgicas?
O paciente diagnosticado com asma entra no grupo de risco de vacinação contra a gripe na rede pública. Ele tem maior risco de ter um quadro da doença. Mas é importante entender que a imunização não é para os grupos de risco, e sim para todo mundo. A gripe é sempre uma situação grave no paciente não vacinado e deve ser feita anualmente.

Quais são os grupos mais prejudicados pelas crises alérgicas nessa época?
Os mais prejudicados são os pacientes alérgicos. Bebês e crianças até dois anos estão mais suscetíveis. E os idosos, por terem o sistema imunológico menos ativo, também estão mais vulneráveis às mudanças de temperatura nessa época do ano. A atenção deve ser para os extremos da doença.

A limpeza da casa é essencial na prevenção das crises de doenças respiratórias. Mas quais são os cuidados especiais para quem sofre com alergias?
O ideal é um ambiente arejado, com portas abertas e sempre devidamente limpo. É importante ter a menor quantidade de objetos que possam ser contaminadas com ácaros, como cortinas, tapetes e almofadas. Caso tenha, procure lavar os tecidos a cada 15 dias. O cuidado com as crianças também é essencial. O ideal é optar por brinquedos que não têm pelúcia e são fáceis de higienizar para não acumular ácaros. Na limpeza, podem ser usadas substâncias à base de antiácaros, encontradas no mercado, e também soluções caseiras, como vinagre diluído em água. Caso o ambiente seja fechado e faça uso do ar-condicionado com frequência, é necessário a limpeza diária do filtro e pelo menos uma vez por ano retirar o ar-condicionado e mandar fazer a limpeza completa dele.

Mais notícias
País

Duas mortes são confirmadas após incêndio no Hospital de Bonsucesso

Dia a dia

Golpistas criam site com falso leilão do Detran-ES

Dia a dia

Espírito Santo tem 18 mortes pelo coronavírus em 24 horas

Eleições 2020

Pesquisa Futura: Coser, Gandini e Pazolini estão empatados em Vitória