Prefeituras e TJES não têm previsão para volta de trabalho presencial - ES360

Prefeituras e TJES não têm previsão para volta de trabalho presencial

Enquanto o governo do ES mandou 50% dos servidores saírem do home office, prefeituras da Grande Vitória e TJES ainda aguardam mais segurança para retorno

Home office pode prejudicar o bem-estar dos trabalhadores. Foto: Freepik

Diferente da norma do governo do Espírito Santo, que mandou 50% dos servidores de cada órgão retornarem ao trabalho presencial a partir de 1º de agosto, prefeituras da Grande Vitória e o TJES (Tribunal de Justiça do Espírito Santo) ainda não têm data para os servidores saírem do home office. A Assembleia Legislativa, por sua vez, retomou trabalho na sede do legislativo de forma gradual, mas as sessões continuam sendo virtuais.

Algumas prefeituras, como Vitória, Serra e Cariacica, dizem estar avaliando a retomada do trabalho presencial, mas aguardam novas diretrizes das autoridades sanitárias para dar segurança aos servidores e população. Já Vila Velha segue decreto de suspensão de atendimento externo nas repartições ate 31 de julho.

O TJES diz que aguarda o término da licitação para compra de todos os materiais necessários para segurança dos servidores, além de uma manifestação dos órgãos de saúde sobre o assunto.

Confira como o assunto está sendo avaliado

Vitória
Está avaliando o retorno do trabalho presencial quando tiver toda a segurança sanitária tanto para servidores quanto para a população. Segundo a prefeitura, o trabalho on-line tem contribuído na redução de gastos em conta de luz e água, além de aumentar o número de atendimentos.

Vila Velha
Segue um decreto municipal de suspensão do atendimento externo nas repartições administrativas até o dia 31 de julho. Para atendimento às demandas da população, uma série de canais foi criada tanto por via online, quanto por telefone e por WhatsApp. Há também o atendimento presencial com agendamento. Está em funcionamento o SPEDVV, plataforma na qual é possível protocolar processos e solicitações de serviços à Prefeitura de forma online, sem sair de casa.

Serra
Home office tem sido praticado por secretarias que permitem essa opção, com plano de trabalho e metas. Em diversos outros setores, pratica-se o revezamento de servidores para diminuir o fluxo de pessoas nos locais. Os servidores que fazem parte do grupo de risco estão dispensados do trabalho presencial, mas podem realizar teletrabalho quando possível.

Cariacica
Cariacica informou que a retomada gradativa está sendo estudada e que ainda nesta semana o plano será divulgado.

TJES
Para o retorno das atividades presenciais o Poder Judiciário estadual deve observar as regras estabelecidas pela Resolução Nº 322 de 01/06/2020 do Conselho Nacional de Justiça. Ela estabelece que o presidente do Tribunal de Justiça providencie os equipamentos necessários para garantir a segurança de magistrados e servidores, além de outras medidas ali elencadas. A retomada das atividades presenciais só vai ocorrer com a resposta positiva dos órgãos de saúde e após o término do procedimento de licitação dos materiais necessários.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Mundo

Incêndios são usados em campanha internacional contra o governo, diz Bolsonaro

Dia a dia

Governo paga nesta quarta auxílio para atingidos pelas chuvas

Mundo

Na ONU, Bolsonaro defende governo e rebate críticas à gestão ambiental

País

Com 66% de infectados, Manaus pode ter atingido a imunidade de rebanho