Prefeitura de Vitória cria site para divulgar dados da qualidade do ar em tempo real - ES360

Prefeitura de Vitória cria site para divulgar dados da qualidade do ar em tempo real

A partir de agosto, o serviço poderá ser usado por qualquer pessoa que tenha acesso a internet. Projeto foi criado em parceria com a Vale

Faça turismo local e conheça sua própria cidade. Foto: Leonardo Silveira/PMV
Qualidade do ar de Vitória poderá ser monitorada. Foto: Leonardo Silveira/PMV

Pesquisadores e moradores da capital capixaba poderão ter acesso aos dados do monitoramento da qualidade do ar de Vitória em tempo real. A ferramenta on-line está sendo finalizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam), e deve ser disponibilizada no mês de agosto. O serviço poderá ser acessado de qualquer dispositivo com internet.

Pelo site, poderão ser consultados os seguintes itens: índice de qualidade do ar; concentração dos poluentes e informações quanto a operação das Estações de Monitoramento. Todas as informações são dotadas de escala de cores para melhor visualização.

Aliás, uma das promessas é de que a plataforma será acessível para quem não tem conhecimentos técnicos na área. “É importante que, além da linguagem simples, a ferramenta seja amigável e intuitiva. São dados técnicos que devem ser de fácil entendimento por todos que queiram observar a qualidade do ar da capital”, comentou o subsecretário de Controle Ambiental, Dárcio Bracarense Filgueiras.

Ele destacou que o site é uma das condicionantes do Termo de Desinterdição Condicionada nº 01/2019, firmado entre a empresa Vale e a Prefeitura de Vitória, como condição para a mineradora voltar a funcionar na cidade após vazamentos de resíduos no mar em 2019.

Para o prefeito do município, Luciano Rezende, a ferramenta também apresentará os dados da qualidade do ar de forma transparente. “A transparência ajuda que nós tenhamos a fiscalização e a busca de melhoria da qualidade do ar o tempo todo, que já evoluiu muito, mas precisamos evoluir mais ainda”, disse.

Metodologia

O monitoramento da qualidade do ar consiste em medições contínuas das condições meteorológicas e das concentrações dos poluentes encontrados com maior frequência na atmosfera que podem causar danos ao meio ambiente e à saúde humana. Os dados são obtidos através da Rede Automática de Monitoramento da Qualidade do Ar – RAMQAr da Região da Grande Vitória.

Para cada poluente medido é calculado um índice. Dependendo do valor obtido, o ar recebe uma qualificação, ou seja, uma nota para a qualidade do ar, além de uma cor. As faixas de classificação da qualidade do ar variam entre boa, moderada, ruim, muito ruim e péssima.

Os poluentes mais comuns são o Material Particulado (MP10 e MP2,5), Dióxido de Enxofre (SO2), Monóxido de Carbono (CO), Óxidos de Nitrogênio (NOx) e Ozônio (O3).


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Bem-estar

Nove em 10 pacientes curados da covid-19 apresentam efeitos colaterais

Dia a dia

SindEducação aciona Justiça contra volta às aulas

País

PF faz buscas no gabinete de Hélder Barbalho em operação sobre desvios na Saúde

País

PF aponta ‘indícios de corrupção sistêmica’ no governo do Pará