Prefeitura da Serra anuncia gratificação de até R$ 1.750 para médicos - ES360

Prefeitura da Serra anuncia gratificação de até R$ 1.750 para médicos

O valor vai acrescer no salário dos profissionais, com jornada de 20 horas semanais, a partir do dia 1º de março

Saúde; médico. Foto: Pixabay
O valor será pago aos profissionais com jornada de 20 horas semanais, a partir do dia 1º de março. Foto: Pixabay

 

A Prefeitura da Serra anunciou o pagamento de até R$ 1.750,00 de gratificação para 143 médicos que atuam, principalmente, nas unidades de saúde. O valor será pago junto com o salário dos profissionais, com jornada de 20 horas semanais, a partir do dia 1º de março.

Para receber o total da gratificação, o profissional precisa atender a quatro quesitos determinados pela Secretaria de Saúde: localidade, pontualidade, produtividade e assiduidade. A gratificação será concedida referente ao peso que cada quesito tem e baseada no desempenho do médico.

O secretário de saúde da Serra, Alexandre Viana, esclareceu que o município foi dividido em três regiões para o quesito “localidade”. O médico que atende na região três, bairros mais distantes, terão um peso maior na gratificação, que será acrescido com base nos outros quesitos. A produtividade será avaliada pela média de atendimento de quatro consultas por hora.

“A ideia é valorizar os profissionais de consulta eletiva pela meritocracia. Pretendemos expandir esse modelo para os demais profissionais da saúde, mas, no momento, identificamos que esses profissionais estão com o salário defasado”, explicou o secretário.

Hoje, um médico de unidade de saúde básica do município com jornada de 20 horas semanais recebe R$ 3.183,00.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Apenas 3 municípios do ES aderiram à compra direta de vacinas

Dinheiro

Senado aprova em 2º turno PEC que retoma auxílio; saiba o que falta para o pagamento

Dia a dia

Maranata leva ensinamentos a pessoas com deficiência

Dia a dia

Covid: imunidade comprometida e infecção longa podem ser explicação para mutações