Prefeitura busca estratégia contra bloco clandestino - ES360

Prefeitura busca estratégia contra bloco clandestino

No último sábado, um evento convocado pela internet e sem autorização terminou em confusão, prisões e impediu a abertura de bares

Evento no Triângulo no último sábado terminou em confusão. Foto: Chico Guedes
Evento no Triângulo no último sábado terminou em confusão. Foto: Chico Guedes

A prefeitura de Vitória e a Polícia Militar vão se reunir nesta terça-feira (4) para traçar estratégias para impedir ou minimizar o impacto de novos eventos não autorizados na Praia do Canto, em Vitória. Mais um bloco de Carnaval sem autorização está programando para o próximo sábado, às 14h, no Triângulo das Bermudas. No último sábado, um evento convocado pela internet e sem autorização terminou em confusão, prisões e impediu a abertura de bares. Uma das medidas estudadas pela prefeitura é interditar vias de acesso à região.

O secretário municipal de Segurança Urbana, Fronzio Calheira, explica que o objetivo da interdição é impedir a entrada de ambulantes não credenciados e de carros de som na região. “São os principais elementos que potencializam a aglomeração de pessoas. Vamos avaliar junto à Polícia Militar”, adiantou.

As definições da reunião serão repassadas aos moradores e comerciantes. O presidente da Associação Comercial da Praia do Canto e diretor da Associação de Moradores, Cesar Saade, disse que o efetivo disponibilizado pela prefeitura e pela PM no último sábado não foi suficiente. “As ações foram planejadas com antecedência, mas a dimensão do evento foi subestimada”, diz.

Segundo a associação e a prefeitura, o evento reuniu cerca de 10 mil pessoas. “Fizemos um planejamento de acordo com os recursos que as instituições tinham à disposição. Mas quando se trata de um evento sem autorização, não há como saber a estimativa de público. Diante da desproporcionalidade, o que se faz é manter o efetivo no entorno para evitar confrontos e problemas maiores”, disse Fronzio.

O secretário voltou a lembrar que a atuação do poder público levou à prisão de duas pessoas por uso e tráfico de drogas, a apreensão de um menor por porte de arma de fogo e aplicação de multas a 11 carros de som e apreensão de nove caixas de som.

Em nota, a PM disse que ações preventivas a esse tipo de ocorrência são planejadas pelas prefeituras, e a PM atua em apoio. Explicou, ainda, que no caso do evento do último sábado participou de reuniões prévias e, no dia, prendeu traficantes, apreendeu armas e apoiou a prefeitura nas ações de fiscalização.

Mais notícias
Dia a dia

Três acidentes causam mortes de policiais neste Carnaval

Dinheiro

Seu Dinheiro: como evitar prejuízo na compra do dólar

Dia a dia

Orla de Anchieta será revitalizada a partir de março

Dia a dia

Vereador da Serra morre em acidente na BR-101