Prefeitos se elegem com menos de 50 votos sobre adversários - ES360

Prefeitos se elegem com menos de 50 votos sobre adversários

Os municípios de Pedro Canário e Sooretama foram na contramão, com candidatos que receberam mais que o triplo de votos em relação aos concorrentes

Algumas municípios capixabas tiveram apurações emocionantes no domingo, principalmente por conta da proximidade da votação entre os candidatos a prefeito. A disputa foi voto a voto, e em seis cidades, os candidatos foram eleitos com uma diferença inferior a 200 votos sobre seus concorrentes.

No município de Aracruz, menos de duas centenas de votos definiram a eleição, com o candidato Dr Coutinho (Cidadania) obtendo 14.914 votos (31,83%) contra 14.752 (31,49%) do concorrente Alcântaro (PSD), uma diferença de 0,34% dos votos. Em Iúna o número foi ainda menor com Romário (PP) sendo eleito por 132 votos de diferença em relação ao concorrente, Coronel Weliton (PV).

Já em Piúma e Atílio Vivácqua, no Sul do estado, apenas algumas dezenas de votos separaram os vencedores. O candidato Paulo Cola, do partido Cidadania, levou a vantagem nas urnas em Piúma com apenas 25 votos de diferença sobre seu concorrente Samuel Zuqui (PSDB). Enquanto Josemar Basto, do PDT, foi eleito em Atílio Vivácqua por 46 votos de vantagem em relação aos 3.389 votos que o candidato do partido Republicanos, Geraldo, conquistou.

Vantagem disparada

No Norte do estado, a situação foi inversa: o município de Pedro Canário elegeu seu prefeito com a maior diferença percentual do estado. Bruno Araújo (Republicanos) venceu a disputa com 10.221 votos, uma porcentagem de 81,01%, contra os 2.396 votos para o concorrente Dominguinho Sopelette (DEM), uma expressão de 18,99%.

Ainda no norte do estado, o município de Sooretama também escolheu com folga o prefeito. Alessandro Brodel (Republicanos) foi eleito com 75,17% dos votos, conquistando três vezes mais votos que Esmael Loureiro (PP), que obteve 20,25% nas urnas. Em Linhares, Guerino Zanon (MDB) foi eleito com quase o dobro de votos que o segundo colocado, levando 54,44% dos eleitores contra os 29,01% de Lucas Scaramussa (DC), com uma diferença de quase 20 mil votos.

Divisão de votos

Já no município de Cariacica a realidade foi diferente, nenhum dos candidatos conseguiu ultrapassar a margem de 20% dos votos. Euclério Sampaio (DEM) e Célia Tavares (PT) contaram com uma diferença de pouco mais de quatro pontos percentuais dos votos. Enquanto Euclério venceu o primeiro turno com 18,81% dos votos, a petista seguiu para o segundo turno conquistando 14,04%. Os terceiro e quarto colocados na disputa contaram com pouco mais de 17 mil votos, contra 23.087 da petista.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dinheiro

Alívio nos preços do arroz deverá ficar para o início de 2021, diz Ipea

Mundo

Pensilvânia certifica resultados eleitorais com vitória de Biden

Mundo

Sputnik V tem eficiência acima de 95%, diz RFPI

Dia a dia

Greve de motoristas da limpeza urbana provoca acúmulo de lixo na Grande Vitória