Preço da gasolina tem queda de até R$ 0,20 - ES360

Preço da gasolina tem queda de até R$ 0,20

Grande Vitória. Valor mais baixo foi encontrado em posto da capital. Nos outros municípios, litro chegava a R$ 4,40

Posto de combustível no Centro de Vitória vende o litro da gasolina a R$ 4,22. Foto: Chico Guedes
Posto de combustível no Centro de Vitória vende o litro da gasolina a R$ 4,22. Foto: Chico Guedes

O preço da gasolina nas bombas de postos da Grande Vitória tem apresentado queda que supera os R$ 0,20 nas últimas semanas. Há um mês, o litro do combustível em Vitória era vendido — no menor preço — a R$ 4,44. O valor caiu para R$ 4,23 na última pesquisa da ANP (Agência Nacional do Petróleo), com dados coletados até o último dia 7.

A redução representa 4,72% no caso dos postos mais baratos. Ao comparar os valores máximos, a queda foi de 4,26%, passando de R$ 4,69 para R$ 4,49 em quatro semanas. A agência coleta preços em 20 estabelecimentos da capital e também em outras cidades do estado.

De acordo com o aplicativo Menor Preço, que monitora as vendas em tempo real pela emissão de nota fiscal, o litro da gasolina já custava R$ 4,22 em um posto no Centro de Vitória. Ainda ontem, dezenas de postos na Grande Vitória vendiam o combustível entre R$ 4,30 e R$ 4,40.

A queda de 4% acompanha o índice do último reajuste da Petrobras divulgado no final do mês passado, de redução de 4% no valor do combustível na refinaria.

O Sindipostos-ES (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Espírito Santo apontou queda menor no período, de 1,7%, de acordo com o monitor de preços de combustíveis da Sefaz, com preço médio no Espírito Santo caindo de R$ 4,68 para R$ 4,60 nos últimos 30 dias. Apontou ainda que o preço de compra do produto pelos postos junto às distribuidoras passou de R$ 4,08 para R$ 4,05.

Crise petróleo

A queda do preço da gasolina acontece também em meio a uma crise no valor do barril de petróleo após disputa entre Arábia Saudita e Rússia — que chegou a derrubar as bolsas de valores em todo o mundo na última segunda-feira.

Questionada se a queda no valor do barril pode derrubar o preço do combustível, a Petrobras enviou um posicionamento afirmando que considera prematuro fazer projeções sobre eventuais impactos estruturais no mercado de óleo e gás devido à recente abrupta variação nos preços do petróleo, uma vez que ainda não estão claras a intensidade e persistência do choque nos preços.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES é atingido por 11 mil raios; chuva continua até terça

Mundo

Araújo é advertido ao não usar máscara em encontro em Israel

Dia a dia

Covid: ES registra 14 mortes e 673 casos neste domingo

Dia a dia

Covid: Morre primeiro paciente transferido de SC para o ES