Por dia, 10 motoristas são flagrados sob efeito de álcool - ES360

Por dia, 10 motoristas são flagrados sob efeito de álcool

De janeiro a junho deste ano, infrações por alcoolemia ao volante no Estado aumentaram 19% em relação ao mesmo período do ano passado

Blitz de trânsito
Condutores que se recusam a fazer o teste do bafômetro, mas têm sinais de embriaguez, são multados. Foto: Pedro Dutra/Secom

A cada dia, 10 motoristas são flagrados dirigindo sob efeito de álcool no Espírito Santo. Infração que pode causar acidentes graves, como o ocorrido na madrugada do último domingo, quando um condutor alcoolizado causou a morte de um ciclista de 65 anos na Rodovia do Sol, em Vila Velha. O aposentado Dorvalino Boecker foi atropelado quando pedalava nas margens da rodovia, próximo à entrada do bairro Riviera da Barra. O motorista Rovane Dutra, de 28 anos, foi autuado em flagrante por homicídio culposo qualificado por embriaguez e está preso, sem possibilidade de fiança.

Em junho, um motorista, que também estava bêbado, atropelou um grupo de ciclistas profissionais na Rodovia do Sol. Uma das vítimas do acidente só recebeu alta do hospital neste fim de semana. O acidente que matou um casal na Terceira Ponte, em maio, também foi provocado por condutores que tinham ingerido bebida alcoólica.

Segundo dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), de janeiro a junho deste ano, foram 1.881 infrações registradas envolvendo uso de álcool e direção. Além dos motoristas que não passaram no bafômetro, também foram multados os que se recusaram a fazer o teste, mas tinham sinais de embriaguez. Em relação ao mesmo período do ano passado, foi identificado um aumento de 19% nas infrações, com 1.581 infrações.

Para o gerente de veículos do Detran-ES, Cleber Bongestab, o aumento do número de infrações é expressivo e preocupante. “Os números são significativos e nos preocupam. Os horários mais perigosos são entre o início e o fim da madrugada, pois o condutor geralmente fez consumo de álcool por um longo período, o que potencializa o risco de causar um acidente. Mesmo as infrações sendo as mais caras e com uma punição mais rigorosa, as pessoas estão desafiando as regras”, avalia.

E para fechar o cerco, o órgão tem investido em uma campanha integrada em parceria com outros órgãos de fiscalização para aumentar o número de blitze. “Esse é um dos focos do nosso trabalho. Nesta semana já vamos ter nova operação. Geralmente focamos em shows e locais com grande concentração de pessoas, com mais possibilidade de consumo de álcool”, explica o gerente de veículos do Detran.

Embriagados causaram 66 acidentes

Só no primeiro semestre deste ano, as fiscalizações realizadas pelo BPTran (Batalhão de Trânsito da Polícia Militar) em todo o Espírito Santo registraram 66 acidentes com condutores embriagados.

De janeiro a junho deste ano, 350 operações realizadas pelo batalhão abordaram 15.158 condutores, uma média de 43 veículos por operação.

Em relação aos testes de alcoolemia, foram realizados 7.933 testes do bafômetro, sendo que 463 motoristas se recusaram a fazer o teste. Segundo o BPTran, dos condutores flagrados no teste de alcoolemia, 17 foram enquadrados em crime e 55 receberam multas administrativas.

Balanço por tipos de infração

Dirigir sob influência de álcool

O número de infrações registradas para quem não passou no teste do bafômetro passou de 830 no primeiro semestre de 2018 para 811 de janeiro a junho deste ano.

Recusar teste

Já o número de infrações registradas por quem se recusou a fazer teste foi de 733 de janeiro a junho de 2018 para 1.049, no primeiro semestre deste ano.

Dirigir sob influência de outra substância

Esse tipo de infração é registrada quando o motorista passa no teste do bafômetro, mas a fiscalização avalia que não tem condições de dirigir, por estar sob efeito de outra substância, até remédios. Os registros diminuíram de 16 para 14.

Dirigir sob influência de substância Psicoativa

Outro tipo de infração em que o motorista pode passar pelo teste de alcoolemia, mas os policiais identificam que a pessoa está sem condições de dirigir. O número subiu de 2 para 7 neste ano.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dinheiro

Óleo de soja foi o produto que ficou mais caro durante a pandemia

Política

Arnaldinho comemorou eleição e pregou união para o futuro de Vila Velha

Dia a dia

Detran-ES lança serviço automatizado de registro de veículos novos

Mundo

Moderna anuncia eficácia em vacina e pedirá uso emergencial nos EUA e Europa