População denuncia arrastão em Fradinhos e Santa Cecília, em Vitória - ES360

População denuncia arrastão em Fradinhos e Santa Cecília, em Vitória

Desde o dia 19, quatro suspeitos armados circulam pela região em um carro preto assaltando as pessoas. "A sensação é de abandono", diz vítima

Moradores da região de Fradinhos e Santa Cecília, em Vitória, estão com medo de sair de casa. De acordo com a população, quatro suspeitos armados circulam pela região em um carro preto assaltando as pessoas. As vítimas denunciam a falta de policiamento e a demora no atendimento das ocorrências.

O primeiro dos casos ocorreu na última quinta-feira (19), na avenida Maruípe. O veículo dos assaltantes abordou um casal que estava dentro de um carro estacionado. “Eles estavam armados e muito violentos pedindo nossos pertences. Levei até mesmo uma coronhada na cabeça. Mas assim que fugiram, consegui ligar para a Polícia Militar. A viatura, no entanto, só chegou ao local depois de uma hora e vinte minutos. A sensação é de abandono”, conta a vítima que não quis se identificar.

Na última sexta-feira (20), outro assalto foi registrado na região. Um motoboy foi abordando pelos criminosos e teve a motocicleta e seus pertences levados. A cena foi gravada por câmeras de segurança da região.

“Eles também estão assaltando pessoas que aguardam pelos coletivos nos pontos de ônibus. Não há segurança nem para sair de casa”, relata a vítima.

Em Nota, a Polícia Militar afirma que neste mês de novembro não há registro de acionamento para a PM atender ocorrências de crime no bairro Santa Cecília. Já em Fradinhos, há somente dois registros, sendo um de roubo de veículo e outro de furto a residência. Dessa forma, a PM reforça que em caso de crimes em andamento ou na iminência de ocorrer uma viatura deve ser acionada pelo Ciodes (190).

Ressalta ainda que em casos em que não há detidos em flagrante, é necessário que a vítima registre o boletim de ocorrência na delegacia para que o fato seja investigado e os indivíduos identificados. Por fim, destaca a importância da população denunciar a ação destes indivíduos através do telefone 181 ou pela internet. O sigilo e o anonimato são garantidos.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Técnica de Enfermagem recebe a 1ª vacina no Espírito Santo

Dia a dia

Óbitos em cartórios apontam 2020 como o ano mais mortal da história do ES

Dia a dia

Covid-19: Espírito Santo registra 30 mortes e 1.853 casos em 24 horas

Dia a dia

Primeiras doses da vacina contra a covid-19 chegam ao Espírito Santo