PM vai usar drone para monitorar bloco irregular no final de semana - ES360

PM vai usar drone para monitorar bloco irregular no final de semana

Na Praia do Canto, em Vitória, haverá aumento do efetivo e homens da cavalaria e da Companhia Independente de Missões Especiais da PM

Praia do Canto foi palco de evento irregular no último final de semana. Foto: Chico Guedes
Praia do Canto foi palco de evento irregular no último final de semana. Foto: Chico Guedes

A Polícia Militar vai monitorar outros eventos irregulares convocados pela internet para ocorrer neste final de semana, na Grande Vitória. No sábado (8), quando está previsto mais um bloco de Carnaval não autorizado na Praia do Canto, em Vitória, haverá aumento do efetivo no local e a presença de homens da cavalaria e da Companhia Independente de Missões Especiais da PM. Drones devem ser usados para monitorar a região. A PM e a prefeitura de Vitória estarão preparadas, também, para o deslocamento desse evento para outras regiões, como Jardim da Penha e Jardim Camburi.

> Bloco clandestino na Praia do Canto tem dois presos e nove caixas de som apreendidas

De acordo com o subcomandante do Comando de Polícia Ostensiva Metropolitano da PM, tenente-coronel Anderson Loureiro, no último final de semana cerca de 30 eventos irregulares estavam previstos para acontecer na região metropolitana, sendo seis em Vitória.

“Nessa lista, não estava o da Praia do Canto, porque não havia indícios de que ele tomaria essa proporção. Mas o que ocorreu é que quase todos os demais eventos não aconteceram ou tiveram pouca adesão, enquanto que o da Praia do Canto tomou uma proporção enorme. De qualquer forma, nós atuamos em todos”, disse.

Uma das explicações para essa dinâmica seria a de que os diversos eventos são convocados para dificultar a ação dos agentes públicos. Mas a PM garante que muitos deles não ocorreram justamente devido à sua atuação preventiva.

Novas estratégias

Ontem, em reunião convocada pelo Ministério Público Estadual, a Secretaria de Segurança Pública junto com a PM, prefeitura de Vitória e associação de moradores da Praia do Canto definiram o protocolo de atuação contra os eventos não autorizados, mas não foi divulgado o efetivo que será disponibilizado pela Polícia Militar e pela guarda municipal.

O promotor Marcelo Lemos, titular da promotoria de Justiça de Meio Ambiente e Urbanismo de Vitória, explicou que o objetivo não é evitar a reunião de pessoas, mas a ocorrência de atos ilícitos. “O que aconteceu no último final de semana não era um bloco de Carnaval, mas um movimento em que foram cometidas várias ilegalidades criminais e administrativas, como venda e consumo de bebida alcoólica por menores, tráfico de drogas, sexo explícito e som alto”, afirmou.

Interdição de vias

A prefeitura de Vitória vai manter o plano de interditar três vias que dão acesso ao Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, a partir das 12h de sábado. São elas: rua Viva, rua Selimo Vieira Gomes e rua Manoel Gonçalves Carneiro. Também haverá aumento da fiscalização de posturas. O Procon e o Conselho Tutelar serão convocados a estar presentes.

Mais notícias
Dia a dia

ES é atingido por 11 mil raios; chuva continua até terça

Mundo

Araújo é advertido ao não usar máscara em encontro em Israel

Dia a dia

Covid: ES registra 14 mortes e 673 casos neste domingo

Dia a dia

Covid: Morre primeiro paciente transferido de SC para o ES