Pesquisa aponta falta de leitos em municípios do Espírito Santo - ES360

Pesquisa aponta falta de leitos em municípios do Espírito Santo

Os dados mostram que o Espírito Santo possui 7.929 leitos hospitalares e 1.468 respiradores, mas não em todos os municípios

Uma pesquisa do Núcleo de GeoSaúde do Departamento de Geografia da Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo) apontou que ao menos 20 municípios do estado não possuem leitos hospitalares para internação ou respiradores – aparelhos utilizados para auxiliar os pacientes que apresentam insuficiência respiratória, um dos principais sintomas da doença.

Os dados mostram que o Espírito Santo possui 7.929 leitos hospitalares, incluindo os leitos psiquiátricos e cirúrgicos, as unidades de terapia intensiva, as maternidades e as enfermarias. Desse total, 64% pertencem ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Pesquisa aponta número de leitos no Espírito Santo. Foto: Divulgação/Ufes

 

A maior parte dos leitos está disponível na região da Grande Vitória. Na capital, são 1.695. Desses, 1.135 leitos são pertencentes ao SUS e 560, à rede particular. Em seguida, está o município de Vila Velha, com 864 leitos, sendo 435 administrados pelo SUS e 429 pela rede particular. Depois, com 754 leitos, está o município de Serra, com 474 administrados pelo SUS e 280 pela rede privada.

No interior, Cachoeiro de Itapemirim possui 520 leitos, e Colatina, 484.

> Governo do ES vai divulgar casos de coronavírus por bairro

Entre os municípios onde não há leitos para internação estão Brejetuba, Dores do Rio Preto, Ibitirama, Mantenópolis, Marechal Floriano, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, São Domingos do Norte, Sooretama e Viana.

“O objetivo do mapeamento foi saber qual é o cenário atual dos leitos hospitalares no estado, onde eles estão localizados e a quantidade de respiradores. No entanto, o estudo observou que existe uma desigualdade na distribuição dos leitos entre os 78 municípios capixabas. O que é preocupante, uma vez que, em 30% dos municípios, não existem leitos para atender à população”, explica o coordenador da pesquisa e professor do Departamento de Geografia da Ufes, Rafael Catão.

Além disso, o professor enfatizou que 20% dos leitos estão concentrados em Vitória, mas boa parte deles não está preparada, por exemplo, para receber pacientes com o novo coronavírus.

Catão informou que a GeoSaúde também está analisando os números de médicos e enfermeiros, os tipos de leitos existentes e a difusão do novo coronavírus no estado.

Respiradores

Segundo a pesquisa, existem 1.468 respiradores disponíveis no Espírito Santo: 552 estão na rede pública; 520, em hospitais filantrópicos; e 396, na rede privada. A maior parte desses equipamentos está em Vitória, com 387 unidades. Na sequência, estão os municípios de Vila Velha (249) e Serra (192).

A pesquisa também identificou que várias cidades capixabas não possuem respiradores, como Águia Branca, Brejetuba, Laranja da Terra, Mucurici, Piúma e Vila Pavão.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Mundo

Com brasileira na equipe, Oxford inicia terceira fase de vacina contra covid-19

Política

Perfil hacker divulga dados pessoais que seriam de Bolsonaro, família e aliados

Política

Bolsonaro paga R$ 6,2 bi de emendas e atinge recorde de repasses a parlamentares

Política

Celso de Mello arquiva apreensão de celular de Bolsonaro, mas faz alerta