Passado o ENEM, a vida de quem deseja e precisa escrever continua... - ES360

Passado o ENEM, a vida de quem deseja e precisa escrever continua…

Estou em falta com os(as) leitores(as) da coluna. Passou o exame de redação do ENEM e não comentei aqui sobre a prova. Sinceramente, não foi uma grande proposta. Não pela escolha do tema, o cinema, muito importante e pertinente, mas pelo recorte proposto: A democratização do acesso ao cinema, pouco polêmico. Dessa forma, perdeu-se a oportunidade de os estudantes ampliarem e aprofundarem a questão, incluindo, por exemplo, os aspectos da produção e distribuição do audiovisual, que poderiam render boas reflexões. A proposta também não sugere referências à censura, outro ponto bastante polêmico. A abertura sugerida aqui, certamente, permitiria críticas ao governo, o que foi evitado.

Mas a vida de quem estuda, lê e escreve continua, não é mesmo? Então vamos para a próxima proposta… A coluna LINGUAviaGEM desta semana apresenta o seguinte tema: Desigualdade social em alta: o que está em jogo?

Pirâmide de salários das famílias brasileiras. Foto: Reprodução
Pirâmide de salários das famílias brasileiras. Foto: Reprodução

Segundo dados do IBGE, “a concentração de renda aumentou em 2018, reforçando a extrema desigualdade social no país. O rendimento médio mensal de trabalho da população 1% mais rica foi quase 34 vezes maior que da metade mais pobre. Isso significa que a parcela de maior renda teve ganho médio mensal de R$ 27.744, enquanto os 50% menos favorecidos ganharam R$ 820. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD)”. Ou seja, há muito o que pensar a respeito.

Para ajudá-lo(a) na tarefa de refletir e escrever sobre o assunto, você pode tomar como base, além do gráfico mencionado acima, as matérias dos sites indicados a seguir: Site da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP) e Site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Lanço ainda outra sugestão para a escrita do texto: proponho iniciar pelos dados do IBGE, bastante alarmantes. A introdução do texto dissertativo-argumentativo costuma apresentar o tema a ser abordado e, também, a tese a ser desenvolvida, isto é, o ponto de vista do autor. O tópico frasal – a frase de abertura do parágrafo –, sobretudo no caso da introdução, deve ser contundente, impactante. Há inúmeras maneiras de se introduzir o tema: por retrospectiva histórica, declaração (afirmação), ilustração (um fato), indagação, citação, comparação, contraposição, enumeração etc. É importante variar essas estratégias para que você esteja preparado(a) para utilizar a forma mais conveniente em cada situação.

Por fim, como é de costume, a coluna propõe a avaliação das cinco primeiras redações enviadas para o e-mail: [email protected]. O prazo vai até segunda, dia 16. É uma ótima oportunidade de você (algum parente ou amigo/a) se exercitar nesta tarefa tão desafiadora quanto a da escrita.

Vamos lá?

  • O nome – LINGUAviaGEM – é referência ao poema de Augusto de Campos, de 1967-1970, que concretiza bem os propósitos deste espaço.

Professora de Português, Literatura e Redação. Tem o prazer de ensinar (e aprender) a ler e a escrever há mais de 30 anos.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.

Mais Colunas