Pai que manteve filha refém vai para hospital psiquiátrico - ES360

Pai que manteve filha refém vai para hospital psiquiátrico

A negociação entre a Polícia Militar e o homem durou 16 horas. A criança foi socorrida pelo Samu e não sofreu ferimentos

O homem que manteve a filha de dois meses refém por 16 horas no bairro Resistência, em Vitória, está detido em um hospital psiquiátrico. O crime aconteceu neste domingo após uma discussão entre ele e a mulher.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Por volta de 1h da madrugada desse domingo uma equipe da Companhia Independente de Missões Especiais foi acionada para verificar a informação de que uma criança, de dois meses, estaria sendo feita refém pelo próprio pai.

No local, a mãe do bebê explicou a polícia que após uma briga o marido a colocou para fora de casa e fez a criança refém, sob ameaça de matá-la com uma faca.

Após 16 horas de negociação o agressor libertou o bebê e se entregou. O homem foi encaminhado ao Hospital Estadual de Atenção Clínica, e depois levado para a Delegacia Regional de Vitória. A criança foi socorrida pelo Samu e, por precaução, levada ao Hospital Infantil de Vitória.

Mais notícias
Dia a dia

Confira novas regras para cidades em risco moderado

Dia a dia

“Vamos cumprir o decreto, mas discordamos da decisão”, diz presidente do Sinepe sobre fechamento de escolas

Cult

“O Gambito da Rainha” se torna uma das séries mais vistas da Netflix

Eleições 2020

Serra: Pesquisa aponta Vidigal com 56% e Fábio tem 32%