Pacientes de Manaus recebem alta hospitalar no ES nesta quarta-feira (3) - ES360

Pacientes de Manaus recebem alta hospitalar no ES nesta quarta-feira (3)

A saída de Evanderson Silva de Jesus, 28 anos, e Afrânio Johnson Costa dos Anjos, 51 anos, aconteceu após ambos apresentarem dois testes negativos de RT-PCR

Em meio a colapso, Manaus tem transferido pacientes para hospitais de outros Estados. Foto: Governo do Amazonas
Em meio a colapso, Manaus tem transferido pacientes para hospitais de outros Estados. Foto: Governo do Amazonas

 

Dois pacientes transferidos de Manaus para dar continuidade ao tratamento contra a covid-19 no Espírito Santo, receberam alta médica do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (HEJSN), na Serra, após 13 dias de internação. A saída de Evanderson Silva de Jesus, 28 anos, e Afrânio Johnson Costa dos Anjos, 51 anos, aconteceu após ambos apresentarem dois testes negativos de RT-PCR nesta quarta-feira (3).

A batalha contra o novo Coronavírus tem um obstáculo ainda maior para os pacientes do Amazonas: a distância de mais de quatro mil quilômetros da família. Para Afrânio Johnson Costa dos Anjos, a melhor parte de voltar para casa é poder abraçar a esposa e os dois filhos novamente. “Todos os dias eu pensava que tinha que lutar para estar com minha família de novo, poder abraçar eles. Agora vou me cuidar cada dia mais e alertar as pessoas sobre a gravidade dessa doença”, relatou.

Emocionado, ele agradeceu a receptividade da população capixaba e principalmente aos profissionais de saúde do Hospital Dr. Jayme Santos Neves, pelo carinho e cuidado durante todos os dias de tratamento. “Muito obrigado a esse povo acolhedor que nos deu um atendimento especial, que nos deu saúde e nos deu mais uma chance de viver. Não tem preço que pague o que todos vocês do Governo, do hospital e todos os capixabas fizeram por nós. Vamos voltar para nossas casas, nossas famílias, com saúde graças a vocês. Muito obrigado!”, disse.

Evanderson Silva de Jesus destacou que inicialmente se recusou a ser transferido para o Espírito Santo, pois ficou assustado com a ideia de estar em outro estado sozinho, longe dos familiares e amigos. “Me disseram que aqui eu teria todo o suporte necessário para enfrentar a doença. No início eu não quis aceitar, mas não estaria bem se não estivesse aqui. Sou muito grato por todo suporte e atenção recebido por todos”, lembrou.

A saída desses pacientes do hospital foi acompanhada pelo governador Renato Casagrande e pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes. “Muito bom estar participando da alta dos dois primeiros pacientes de Manaus. Recebi uma carta do Afrânio me agradecendo e também a todos que trabalham no hospital e a todos os capixabas pelo acolhimento, solidariedade e mensagens de carinho e apoio. O capixaba tem o espírito solidário e é muito bom saber que o Estado ajudou a salvar a vida dessas pessoas. Infelizmente nem todos são salvos, mas não faltam leitos ou atendimento aqui no Espírito Santo”, afirmou o governador.

O diretor geral da unidade, Rogério Griffo, explicou que a apresentação dos dois exames negativos é necessária devido ao translado para Manaus. “Alguns pacientes possuem condições clínicas de alta, mas devido à viagem para o estado natal é necessário a negativação do RT-PCR. Isso significa que eles não estão em condições de transmitir a doença”, disse.

A volta dos amazonenses para casa é de responsabilidade do Ministério da Saúde e do Governo do Estado do Amazonas, e está previsto para às 19h35 desta quarta-feira em voo comercial.

Pacientes do Amazonas no Espírito Santo

O Espírito Santo recebeu, entre os dias 21 e 22 de janeiro, 36 pacientes transferidos do município de Manaus para darem continuidade ao tratamento contra o novo coronavírus. Isso ocorreu devido a grave crise sanitária na cidade, que registrou falta de oxigênio e leitos para os pacientes.

Os pacientes foram hospitalizados no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, referência no tratamento da doença no estado. O Serviço de Assistência Social está em constante monitoramento de evolução do quadro clínico com apresentação de boletins médicos diários.

Boletim diário

Até esta quarta-feira (3), 31 pacientes transferidos do Amazonas para o Espírito Santo permanecem sob os cuidados dos profissionais da saúde, sendo oito em UTI e 23 em enfermaria. Nas últimas semanas, três pacientes vieram a óbito por complicações da doença.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Esportes

Para Colômbia, é ‘improvável’ receber voo da Seleção Brasileira

Política

Cartório 'censura' escritura da mansão de Flávio Bolsonaro

Dia a dia

Governo do ES abre mais de 10 leitos de UTI em Vitória

País

Maioria dos bares respeita restrição no Rio