Orquestra apresenta concerto em homenagem a Maurício de Oliveira - ES360

Orquestra apresenta concerto em homenagem a Maurício de Oliveira

O concerto online será dividido em três partes e os vídeos serão publicados sempre às 11 horas

Concertos Virtuais Banda Sinfônica Vale Música - Cosmos. Foto: Reprodução
Concertos Virtuais. Foto: Reprodução

O Programa Vale Música, uma iniciativa do Instituto Cultural Vale, apresenta nos dias 13, 14 e 15 de janeiro, em suas redes sociais, vídeos em que jovens estudantes tocam junto com os músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira – cada um em sua casa. O concerto online, que vai homenagear Maurício de Oliveira, considerado o maior músico do Espírito Santo, será dividido em três partes e os vídeos serão publicados sempre às 11 horas.

Cerca de 50 alunos do programa Vale Música dos municípios de Belém, Serra e Corumbá tiveram aulas com professores da Orquestra Sinfônica Brasileira ao longo do ano de 2020. Em função da pandemia, os encontros, que costumavam ser presenciais, precisaram migrar para o ambiente virtual – assim como o concerto de culminância das ações. A ação faz parte do Programa Vale Música, uma iniciativa do Instituto Cultural Vale.

No dia 13, os músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira dividirão o palco virtual com os jovens alunos do Instituto Moinho Cultural, de Corumbá (MS). Juntos, eles interpretarão “Sonhos Guaranis”, de Almir Sater, em arranjo de Alexandre Queiroz. No dia seguinte, é a vez dos talentosos estudantes do município do Vale Música Serra, no Espírito Santo. “Ardiloso”, do compositor Mauricio de Oliveira, em arranjo de Rafael Rocha, está no programa que eles interpretarão na companhia de seus professores. Fechando o concerto virtual, no dia 15 de janeiro, a OSB e os alunos do Vale Música Belém (PA) apresentarão “Cantiga de Penas”, de Salomão Habib, em arranjo de Alexandre Queiroz.

De acordo com o professor de percussão do Projeto Vale Música Serra, Léo de Paula, que selecionou e orientou alunos que participaram das gravações no Espírito Santo, a escolha da composição “Ardiloso” para homenagear Maurício de Oliveira se deve principalmente à sua identidade rítmica, que ele define como um choro-baião. “É uma obra de um compositor altamente expressivo para a música capixaba e que representa a brasilidade em um sentido mais amplo, a partir da junção da musicalidade nordestina com a formação de um regional de choro, que é também um patrimônio brasileiro”, observa.

SERVIÇO:

Concerto Virtual

Quando: Dias 13, 14 e 15 de Janeiro.

Dia 13 de Janeiro (quarta-feira):
– OSB e alunos do Instituto Moinho Cultural (MS)
– Composição: “Sonhos Guaranis”, de Almir Sater;
– Arranjo: Alexandre Queiroz.

Dia 14 de Janeiro (quinta-feira):
– OSB e alunos do Vale Música Serra (ES)
– Composição: “Ardiloso”, de Maurício de Oliveira;
– Arranjo: Rafael Rocha.

Dia 15 de Janeiro (sexta-feira):
– OSB e alunos do Vale Música Belém (PA)
– Composição: “Cantiga de Penas”, de Salomão Habib;
– Arranjo: Alexandre Queiroz.

Onde assistir:

Facebook: /orquestrasinfonicabrasileira
Youtube: /sinfonicabrasileira
– Acesso gratuito


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
País

Grupos convocam carreatas pró-impeachment de Bolsonaro nas capitais para o sábado

País

Juíza vê ‘indícios de desvio’ de vacinas no Amazonas e exige listas de imunizados

País

Vacinas vindas da Índia serão enviadas a Estados a partir de sábado

Dia a dia

Sesa encaminha nova remessa de vacinas contra a covid-19 para municípios