Óleo que vem do Nordeste pode chegar primeiro em Itaúnas - ES360

Óleo que vem do Nordeste pode chegar primeiro em Itaúnas

As manchas começaram a se aproximar da região de Abrolhos, no sul da Bahia, a 200 km da divisa com o Espírito Santo

As prefeituras de Conceição da Barra, São Mateus e Linhares, no litoral Norte do estado, realizam nesta quarta (30) e quinta-feira (31) capacitação dos servidores que poderão atuar nas ações de contenção, caso o óleo que atinge as praias do Nordeste há dois meses chegue à costa do Espírito Santo. Nessa terça-feira (29), as manchas começaram a se aproximar da região de Abrolhos, no sul da Bahia, que fica a 200 km da divisa com o estado. Caso continue avançando, o óleo poderá afetar primeiro as praias do Parque Estadual de Itaúnas.

Técnicos do Ibama, do Iema, do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e do Ipram (Centro de Reabilitação de Animais Marinhos do Espírito Santo) vão orientar os servidores para que eles possam identificar áreas sensíveis na costa. Além disso, irão ensinar medidas de contenção e limpeza de praias, de cuidados com os animais marinhos afetados pelo óleo, transporte e destinação final dos resíduos.

O Ibama informou que ainda não é possível afirmar se o resíduo chegará ao litoral do Espírito Santo.

A Seama (Secretaria de estado do Meio Ambiente) afirmou que caso o óleo chegue ao estado, as praias do Parque Estadual de Itaúnas serão as primeiras áreas a serem afetadas. E por se tratar de uma área de desova de tartarugas marinhas, todo o trato de manejo desta fauna será de forma manual, sem a presença de máquinas pesadas, como tratores, caçambas ou escavadeiras, para não danificar os ninhos das tartarugas.

A Seama conseguiu apoio de nove empresas de grande porte para contar com materiais de contenção do óleo, embarcações para logística e mão de obra especializada em derramamento de óleo.

Mais notícias
Dia a dia

Rota ilegal causa multa de mil caminhões em Vitória

Dia a dia

Obra na Praia do Canto começa na segunda-feira

Política

Deputado Erick Musso fala após ‘subir montanha’

Dia a dia

Crianças desenham o futuro em muros de Jardim da Penha