Ocupação de UTIs para covid-19 atinge 75% no ES - ES360

Ocupação de UTIs para covid-19 atinge 75% no ES

Com a nova redução do número de UTIs disponíveis para pacientes diagnosticados com o vírus, a taxa de ocupação subiu para 75,06%, sendo que dos 397 leitos, 298 estão em uso

Sesa atualiza Painel de Ocupação de Leitos da covid-19. Foto: Divulgação/Sesa
Leitos disponíveis para covid-19. Foto: Divulgação/Sesa

 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) continua com a reversão de leitos exclusivos de covid-19 para outras doenças. Atualmente, o Estado conta com um total de 767 leitos de enfermaria e UTI para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, desses 70,01% estão em uso, segundo os dados desta segunda-feira (26) no Painel Covid-19.

Com a nova redução do número de UTIs disponíveis para pacientes diagnosticados com o vírus, a taxa de ocupação subiu para 75,06%, sendo que dos 397 leitos, 298 estão em uso. No auge da pandemia, o Estado chegou a contar com 715 leitos de UTIs. Caso ainda contasse com a ampliação total dos leitos, a taxa de ocupação seria 41,68%.

A reversão do número de leitos também abarcou a enfermaria, que durante a pandemia do novo coronavírus chegou a atingir 817 leitos. Hoje estão reservados para pacientes com a covid-19 370 leitos na rede pública. Com isso, a taxa de ocupação aumentou e atingiu 64,59%, com 239 internados. No entanto, se os leitos da ampliação estivessem disponíveis ainda, a taxa de ocupação seria de 29,25%.

A Secretaria da Saúde deu início a reversão de leitos ainda em agosto, durante a queda da doença no estado. A redução vai continuar acontecendo enquanto a ocupação estiver em 70%. Caso aumente, é possível contar com a ampliação de enfermaria e UTIs novamente.

Porém, na última sexta-feira (23), o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), alertou para uma alta na demanda de leitos para pacientes com o novo coronavírus na rede privada. Também tem sido relatado por profissionais da saúde e pesquisadores uma crescente na busca por atendimento médio devido aos sintomas da covid-19. Outra preocupação é o aumento do número de infectados e óbitos, principalmente na Grande Vitória.

A recomendação do governador e profissionais da saúde continua sendo a higienização das mãos, uso de álcool em gel e o distanciamento social para o controle do vírus que continua fazendo vítimas pelo mundo.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

Confira novas regras para cidades em risco moderado

Dia a dia

“Vamos cumprir o decreto, mas discordamos da decisão”, diz presidente do Sinepe sobre fechamento de escolas

Cult

“O Gambito da Rainha” se torna uma das séries mais vistas da Netflix

Eleições 2020

Serra: Pesquisa aponta Vidigal com 56% e Fábio tem 32%