Obra na BR-101 deixa motorista 2h parado no trânsito

Trechos na Serra e em Fundão passam por restauração de pavimentos e funcionam no sistema de "pare e siga"

Publicado em · Atualizado há 1 semana

Obras na BR 101 Norte deixa motoristas parados no trânsito. Foto: Ouvinte/Band News FM
Fila de carros formada com o “pare e siga” na BR 101. Foto: Ouvinte/Band News FM

Obras de restauração de pavimentos realizadas em trechos da BR-101, na Serra e em Fundão, têm deixado motoristas parados por mais de duas horas no trânsito por conta do sistema “pare e siga”. Os condutores reclamam de falta de sinalização e informação sobre a intervenção.

O empresário Enilson Miranda saiu de Vitória em direção a Fundão e levou três horas na viagem, sendo que ele ficou duas horas parado no “pare e siga”. No retorno, fez o percurso em uma hora. “Passei por dois pontos. O primeiro, na Serra, não tinha ninguém trabalhando e no segundo, chegando em Fundão, uma equipe estava pintando a faixa da pista. É um absurdo. Isso poderia ser feito de noite, final de semana, é um desrespeito com o trabalhador”, reclama.

O motorista de caminhão José Geraldo Souza também ficou duas horas parado entre Campinho da Serra e Chapada Grande, na Serra. “Eles demoraram muito para liberar cada lado. O problema é que muita gente fica sem saber o que está acontecendo, se é obra ou acidente”, diz.

Em vez de ficar duas horas esperando nesta terça-feira (10), o especialista em licitações públicas Vinícius Gerhardt resolveu mudar o trajeto quando ouviu na rádio BandNews FM ES sobre o tempo de espera. Ele escolheu ir a Aracruz pelo litoral, andando o dobro da distância: 85km. Ele fez o trajeto em duas horas, mesmo tempo que ficaria parado nos trechos da Serra e de Fundão.

Para ele, o problema seria minimizado com a instalação de um painel de LED, a exemplo do que tem na Terceira Ponte, informando sobre o tempo estimado de viagem.

Intervenção

A Eco101 informa que realiza obras de restauração de pavimento em sete trechos ao longo da BR-101. Dois deles estão na área de reclamação dos motoristas, os km 250, na Serra, e 232, em Fundão. Além desses pontos, as intervenções ocorrem no km 22, em Pinheiros; no km 47 em Conceição da Barra; km 83 em São Mateus; km 368 em Anchieta e km 411 em Itapemirim.

A concessionária diz que as intervenções são realizadas todos os dias e iniciadas pela manhã, com previsão de término às 17h.

Como são obras consideradas de grande porte, a concessionária explica que elas provocam transtornos no tráfego da rodovia, principalmente nos trechos onde há maior fluxo de veículos. A concessionária ressalta que atualiza diariamente as informações sobre obras na pista no Twitter oficial da empresa, que é o @_eco101, site e pelo canal 0800 7701 101.