Obama, Bush e Clinton se oferecem para tomar vacina contra Covid-19 - ES360

Obama, Bush e Clinton se oferecem para tomar vacina contra Covid-19

Os ex-presidentes americanos esperam que o ato promova confiança na segurança e eficácia da vacina

Ex-presidentes Obama, George W. Bush, e Bill Clinton na Presidents Cup at Liberty National Golf Club, em New Jersey (Reprodução: CNN)
Ex-presidentes Obama, George W. Bush, e Bill Clinton na Presidents Cup at Liberty National Golf Club, em New Jersey (Reprodução: CNN)

Os três últimos ex-presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton se voluntariaram a serem vacinados publicamente para promover a confiança de que a vacina é segura assim que o órgão estadunidense responsável pela regulação de medicamentos, a FDA, autorizar uma.

Os três esperam que o ato promova confiança na segurança e eficácia da vacina, sendo uma mensagem poderosa que auxiliará o trabalho dos oficiais de saúde do país enquanto tentam convencer o público se protegerem contra o Covid-19.

Freddy Ford, porta-voz de Bush, disse à reportagem da CNN, que o republicano entrou em contato com o Dr. Anthony Fauci — diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas e o principal expert em doenças infecciosas do país — e com a Drª Deborah Birx, coordenadora da equipe de resposta ao coronavírus na Casa Branca, para ver como eles podem ajudar a promover a vacinação.

“Há algumas semanas Bush me pediu para avisar Dr. Fauci e Drª Birx, que quando for a hora, ele quer ajudar no que for preciso para encorajar seus caros cidadãos a se vacinarem,” Ford contou à reportagem. “Primeiro, as vacinas precisam ser classificadas como seguras e administradas nos grupos prioritários. Então, o Presidente Bush entrará na fila para ser vacinado, e fará isso feliz diante das câmeras.”

A assessora de imprensa do ex-presidente democrata Bill Clinton disse à reportagem na última quarta-feira (2) que ele também está disposto a ser vacinado em público para promovê-la.

“O presidente Clinton definitivamente tomará a vacina assim que estiver disponível para ele, baseado nas prioridades determinadas pelas autoridades de saúde. E ele fará isso em em público se for ajudar a todos os americanos a tomarem consciência e se protegerem contra o vírus da mesma forma,” Angel Urena disse.

Obama, em uma entrevista à rádio SiriusXM, disse que se Fauci determinar que uma vacina contra o coronavírus for segura, ele vai acreditar.

“Pessoas como Anthony Fauci, alguém que eu conheço e que já trabalhou comigo, eu confio completamente,” disse Obama. “Então, se Fauci me dizer que essa vacina é segura, e que irá me imunizar contra o Covid, eu absolutamente vou me vacinar.”

“E eu provavelmente tomarei ao vivo pela televisão ou pelo menos será filmado, para que as pessoas saibam que eu confio na ciência, e que não confio em pegar Covid,” ele adicionou.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais notícias
Dia a dia

ES recebe neste domingo 35,5 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca

Dia a dia

VÍDEO: enfermeira do ES debocha da vacina nas redes socias

Dia a dia

ES registra 24 mortes e 858 novos casos de covid-19 em 24h

País

Começa a distribuição das doses de vacina AstraZeneca/Oxford para Estados