O poder do coração: o amor é a chave da felicidade - ES360

O poder do coração: o amor é a chave da felicidade

Dia desses ouvi de um grande mestre a seguinte afirmação: o amor é a chave. Aquilo ficou na minha cabeça. Como assim, o amor é a chave? Que chave é essa? O que ela abre? Foi quando descobri, ao estudar a ciência da felicidade, que o amor é a chave da felicidade.

De acordo com uma pesquisa feita pela universidade de Harvard, durante 75 anos, ter fortes laços sociais é um dos maiores motivos para a felicidade. Somos seres sociais. Precisamos de pessoas. Não existe nenhuma força mais poderosa que o amor: dar e receber.

Relacionamentos próximos com nossos amigos e familiares nos ajudam a construir nosso autovalor e autoimagem. Com eles, podemos obter apoio para os momentos em que precisamos enfrentar desafios, costumamos receber amor e compreensão na mesma proporção em que somos convocados a refletir sobre os erros que cometemos. Os vínculos que construímos nos dão uma razão para fazer muitas das coisas que fazemos, e isso ajuda a dar significado às nossas vidas.

Mas o amor é mais do que um conceito abstrato e romântico. De acordo com pesquisas do Heartmath, o coração é um pequeno cérebro. Os cientistas descobriram que o coração possui mais de 40.000 neurônios, o que dá ao coração a capacidade de detectar, processar informações, tomar decisões e até mesmo demonstrar um tipo de aprendizado e memória.

Mas não é só isso. Os cientistas descobriram que o coração emite um campo eletromagnético de até 3 metros, isso significa que sentir amor é bom para você e para os outros a seu redor. Ou seja, a partir de agora, tenha mais atenção ao que sente e emite, pois o seu amor ou a sua raiva serão sentidos por todos ao seu redor.

Mas quando falamos em amor, não estamos falando só de amar os outros, mas de amor próprio. É se conhecer, respeitar quem você é, seus limites, é ter a coragem de ser você mesmo. Quantas pessoas passam uma vida infelizes por simplesmente quererem agradar a todos?

Ame agora, sem esperar amanhã. Diga hoje e todos os dias o quanto você ama as pessoas. Faça isso agora, ao terminar de ler esse artigo e você perceberá que sim, o amor é a chave.

Flávia da Veiga é empresária, publicitária e fundadora da BeHappier

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais Colunas