O Fórum Econômico Mundial e a nossa felicidade - ES360

O Fórum Econômico Mundial e a nossa felicidade

Todos os anos, empresários, políticos, cientistas e ativistas se reúnem na cidade de Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial. O encontro tem como objetivo discutir e encontrar soluções para os desafios do mundo atual, na tentativa de torná-lo mais humano, justo, ético e sustentável. E por consequência, mais feliz.

De um tempo para cá, estamos nos deparando com um panorama bem triste: aumento da desigualdade, baixa inclusão, mudanças climáticas, questões políticas complexas, novas tecnologias e, para piorar, o nosso tempo só vai se esgotando.

Alguns temas desse ano me chamaram a atenção, como o Stakeholder Capitalism, como uma proposta de um novo tipo de capitalismo chamado para “engajar toda a sociedade para promover as transformações necessárias para termos um mundo sustentável, menos desigual, inclusivo, com distribuição dos frutos do crescimento, fortalecendo as democracias.”

Outro assunto de muito destaque é propósito, que sai do papel secundário, opcional, para o protagonismo, com a visão de que uma empresa precisa resolver os problemas da sociedade e do planeta e que o lucro é consequência.

Já na área da saúde, vimos uma abordagem interessante: a alegria, por meio do riso (sim, é isso mesmo que você leu) como ferramenta para controlar estresse, lidar com situações difíceis, aliviar as tensões.

Mas uma frase me marcou muito: “a indústria farmacêutica não deveria focar em tratar o diabetes, mas em ajudar pessoas a mudarem hábitos para não terem diabetes, esse é o verdadeiro propósito, mas precisa transformar modelo de negócios.” E é nessa linha de pensamento que enxergo o tema felicidade. Não devemos focar em apenas tratar a depressão, mas ajudar pessoas a mudarem hábitos para não chegarem a esse ponto. Isso não é tarefa fácil, pois exige uma mudança na forma como entendemos a felicidade.

E a mensagem final do Fórum Econômico Mundial em 2020 foi a chamada para o protagonismo. Se queremos um mundo melhor e mais feliz, precisamos do engajamento de todos para transformarmos a sociedade e o planeta em um ambiente mais sustentável, inclusivo, mais diverso, menos desigual e que valorize a democracia e a liberdade. E assim, sim, temos muito mais condições de buscar a tão sonhada felicidade.

Flávia da Veiga é empresária, publicitária e fundadora da BeHappier

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.

Mais Colunas
É possível ser feliz em tempos de coronavírus. Foto: Gino Crescoli/Pixabay

A felicidade e as forças do caráter

Nesta semana Flávia da Veiga recebe Juliana Carneiro, especialista em felicidade e pós-graduada em psicologia positiva para falar sobre as forças que moldam o nosso caráter

As formas de encontrar a felicidade pela medicina chinesa

Na BandNews FM Espírito Santo, Flávia da Veiga conversa com fisioterapeuta sobre a busca pela felicidade com foco na saúde

PLUS SIZE WOMAN FELICIDADE - FOTO: PIXABAY

A importância do autocuidado e da autoestima

Na BandNews FM, Flávia da Veiga recebe a idealizadora do movimento Mulher Plus, Bruna Miranda, para falar sobre os temas

FELICIDADE - FOTO: Pixabay

A relação entre felicidade e sustentabilidade

Na coluna Caminhos da Felicidade desta semana, Flávia da Veiga e Sidemberg Rodrigues promovem um debate sobre sustentabilidade e felicidade

FELIZ

A felicidade pode ser contagiosa

Na coluna desta semana, Flávia da Veiga comenta sobre como a felicidade pode ser contagiosa

FELICIDADE

Uma casa feliz precisa de um ambiente que favorece emoções positivas

Na coluna Caminhos da Felicidade, Flávia da Veiga dá dicas para construir um lar mais feliz