O caminho certeiro para o sucesso de um projeto político - ES360

O caminho certeiro para o sucesso de um projeto político

Investir em comunicação governamental é um caminho sem volta. Quem não comunica sua gestão está condenado ao esquecimento.

A gestão da opinião pública é cada vez mais importante, na imagem que se forma em torno dos políticos e de sua gestão. O que nós, governantes, comentamos sobre eles é tão, ou até mais importante, do que as mesmas ações que realizam desde a sua gestão. Esta opinião é o resumo, se realmente valeu a pena dar-lhes o voto.

A história não é familiar para eles, que quando um candidato vence, sua popularidade está no topo e quando ele sai, sua imagem está em níveis precários. Isso ocorre porque os governantes não sabem se comunicar.

Nesta publicação, Darlan Campos, diretor executivo da República Marketing Político, define o que é comunicação governamental e quais as vantagens que essa ferramenta traz para um governo ou administração.

A comunicação governamental é a imagem que formamos como opinião pública, através das informações prestadas, por qualquer meio de comunicação, sobre a sua gestão e seus benefícios são infinitos.

Sempre me perguntei por que, quando os candidatos estão em campanha, eles informam demais a comunidade e, quando entram, desaparecem do mapa.

A medida que sobem, eles esquecem que aquelas pessoas que confiaram em suas promessas estão esperando para ver as ações materializadas; e ainda precisam sentir seu líder próximo e saber o que ele está fazendo para ajudá-los.

Como está sua comunicação governamental?!

Comunicação governamental é diferente de campanha eleitoral

A comunicação governamental é muito diferente de uma campanha eleitoral. 3 metáforas para exemplificar a diferença entre elas:

– A campanha eleitoral é uma corrida ágil de 100 metros rasos, enquanto a comunicação de governo é uma maratona de 10 quilômetros.
– O candidato vence por nocaute, mas o governo é um boxeador que vence por pontos.
– A campanha eleitoral é uma blitzkrieg, uma ofensiva rápida e eletrizante, enquanto a comunicação governamental é como a Primeira Guerra Mundial (uma lenta guerra de posição, com longas e trancadas batalhas para conquistar pequenas trincheiras).

A comunicação de governo como ferramenta de gestão

A comunicação governamental é uma ferramenta para gerar suporte para uma gestão. Para ter governança, para informar adequadamente os diferentes grupos de interesse e não permitir que outros falem por nós.

É a forma como os políticos falam aos seus simpatizantes e mesmo à sua oposição, que de qualquer maneira, eles estão presentes, trabalhando, fazendo a sua parte.

Se um político administra um orçamento para investir em questões como educação e emprego, ele está fazendo algo maravilhoso, mas o que o faz pensar que as pessoas vão saber disso, se ele não contar.

É responsabilidade dos governantes informar a sociedade o que estão fazendo, afinal, para isso, deram a oportunidade de representá-los, pois temos que ter claro que os políticos estão onde estão, graças ao apoio de todos nós.

Por fim, se falamos de vantagens, não posso deixar de mencionar que a implementação de uma boa estratégia de comunicação governamental reduz (e muito) o trabalho e o investimento em futuras campanhas para um político. Além disso, seu grupo nos proporciona, como sociedade, a possibilidade de escolher pessoas adequadas para nos representar.

Darlan Campos é Consultor em Marketing Político, professor, escritor e membro fundador do CAMP - Clube Associativo dos Profissionais de Marketing Político. Especialista em Marketing Político e Comunicação Estratégica, Diretor executivo da República Marketing Político (http://republicamarketingpolitico.com.br/). Autor de dois livros sobre a temática: ‘Nas ruas e nas redes – estratégias de marketing político’, publicado pela editora Soares/SP, lançado em 2017, e 'Marketing Político - construção de candidaturas vitpriosas', editora Lexia/SP. Atua como consultor em Marketing Político com foco em campanhas eleitorais, mandatos parlamentares ou gestão e estratégia de comunicação política em estados e municípios. Tem experiência em: marketing político e público, marketing político digital administração de crise, planejamento de comunicação, e em estratégia para mobilização de causas.

Os artigos publicados pelos colunistas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam as ideias ou opiniões do ES360.


Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais Colunas